Início Notícias William Davidson: de boxeador amador a gerente global da Bitmain

William Davidson: de boxeador amador a gerente global da Bitmain

118
0
William Davidson: de boxeador amador a gerente global da Bitmain

Não é novidade que a industria das criptomoedas e da blockchain tem atraído esportistas em todo o mundo, no entanto, recentemente, o portal Business Because destacou a história de um boxeador amador que saiu do Reino Unido para se tornar gerente global de uma das maiores e mais influentes empresas do mercado das criptomoedas, a Bitmain.

Narrando a história de William Davidson, atualmente gerente global de comunicação, RP e marketing da Bitmain, o portal destacou como o interesse por novos e disruptivos negócios tem impulsionado jovens talentos como Davidson a ingressarem no ecossistema.

O caminho do boxeador (que se “aposentou” com 4 vitórias e 4 derrotas seguidas) até a gigante empresa de chips de mineração de criptomoedas, começou, na verdade, um pouco longe da China, quando estudava na Escócia e iniciou aulas de chinês, atraído pelas histórias de uma economia em expansão, baseada no desenvolvimento de alta tecnologia e incentivo a startups. Foi então que Davidson viajou pela Europa, estudou na França em intercâmbio por um ano e trabalhou durante algum tempo na IBM na Itália, antes de decidir dar o salto e mudar -se para a China, para um mestrado em Direito Chinês em Hangzhou, perto de Xangai.

Chegando em Xangai, ele ficou impressionado com a enorme escala da China; as estradas, as pessoas e tudo.

“Foi um enorme choque cultural para mim (…) Tudo sobre a China – a língua e a cultura – era diferente. Mas, uma vez que você se acomoda, você se acostuma com o caos e a escala do país e até começa a prosperar nele”, relembra.

E, na China, devido ao seu histórico empreendedor, decidiu migrar sua atenção para o campo dos negócios e resolveu cursar um MBA em tempo integral na Escola de Pós-Graduação em Negócios Cheung Kong (CKGSB), em Pequim, e foi isto que o levou ao mundo imprevisível do Bitcoin. Foi durante seu MBA em Pequim que o interesse de Davidson por Bitcoin, blockchain e critomoedas no geral começou a se firmar.

Davidson também organizou um grande evento sobre blockchain em Shenzhen para integrantes da CKGSB, em parceria com a London Stock Exchange, como parte do Young Investors Forum. Um roadshow onde os empreendedores de tecnologia lançam suas ideias de startups para investidores de capital de risco e alto patrimônio que integram a grande comunidade da CKGSB. O evento de Davidson atraiu mais de 150 participantes e palestrantes, incluindo a IBM, a bolsa de valores de Londres e a Bitmain, que por meio de contatos que estreitou com a gigante de mineração durante o evento, acabou convidado Davidson para seu quadro de funcionários pouco tempo depois.

De boxeador a gerente global de uma startup avaliada em mais de US$15 bilhões e que é considerada uma das mais influentes empresas em um ecossistema , Davidson destaca que a China é uma terra cheia de oportunidades, no entanto, é preciso trabalhar duro e manter sua ambição ética de trabalho como foco.

“Bitcoin é um pouco como a China!”, ele ri.  “Há um alto risco associado, mas também uma perspectiva de alta recompensa. Trata-se de trabalhar duro, mantendo sua ambição e ética de trabalho durante os altos e baixos e observando como as coisas se desenvolvem. Os expatriados brincam que na China ‘tudo é possível, mas é claro que nada é fácil’”, Davidson sorri.

willckclass

Compre e Venda Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Decred de maneira simples, rápida e segura !!CLIQUE AQUI