Início Mercado Venezuela aumenta sua demanda por Bitcoin

Venezuela aumenta sua demanda por Bitcoin

992
2

A Venezuela tem tido uma relação peculiar com as criptomoedas. A população local tem demonstrado grande interesse pelo Bitcoin e por outras moedas digitais há anos. Parece que a demanda pelas criptomoedas no país só continuará a crescer, mesmo depois da Venezuela ter lançado sua própria criptomoeda, o Petro.

Venezuela e o Bitcoin

De acordo com o artigo publicado pela News BTC, após um lento e longo período de crescimento, a demanda por Bitcoin está aumentando na Venezuela. Embora tenha havido altos e baixos, na semana passada, um novo recorde foi estabelecido para o comércio de Bitcoin no país. Um valor total de mais de 1 trilhão de bolívares em Bitcoins mudou de mãos, o que parece ser bastante promissor para a criptomoeda.

É preciso ter em mente que o país ainda é atormentado pela inflação maciça. Com o valor de 1 bolívar venezuelano desvalorizando praticamente toda semana, e este volume deverá subir por algum tempo. O volume de negociação de Bitcoins demonstrado pela ferramenta LocalBitcoins é um dos indicadores que demonstram o sucesso da criptomoeda no país, indicando que a demanda por BTC é muito forte na Venezuela, e que pode não desacelerar tão cedo.

O surpreendente é como a demanda por BTC está aumentando mesmo depois do surgimento do Petro. Até agora, a criptomoeda da própria Venezuela recebeu uma série de críticas e alertas. Sua legitimidade ainda é colocada em dúvida. Mesmo assim, o Bitcoin também não é oficialmente reconhecido no país. Seria de se esperar que diminuísse o interesse pelo BTC depois do lançamento da criptomoeda nacional, mas não foi o que aconteceu. Parece que ambas moeda podem coexistir sem grandes problemas.

O que acontecerá com o Bitcoin no país?

Com o crescimento do comércio de Bitcoin na Venezuela, algo tem que direcionar esta demanda. O presidente Maduro deixou claro que o país quer atrair mais operações de mineração de Bitcoin. Não está claro se essa decisão provocou efetivamente um interesse maior na moeda digital. Isso mostra que a Venezuela manterá a mente aberta em relação à criptomoeda de Satoshi Nakamoto, o que só pode ser considerada uma coisa boa pela população do país.

Ainda não se sabe se haverá ou não regulação do Bitcoin na Venezuela. Neste momento, não há indicação oficial de que o governo esteja pensando em algo nesse sentido. Este crescente interesse em criptomoedas irá, em última análise, requerer um quadro legal a ser estabelecido. Por enquanto, outros países também estão adotando uma abordagem semelhante às criptomoedas.

A Venezuela não é o único país onde a demanda por Bitcoin está aumentando. Canadá, Europa (em geral), Hong Kong e Indonésia são algumas outras regiões onde o Bitcoin é um ativo muito exigido atualmente.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!