Início Notícias Universidade alemã anuncia grupo de estudos sobre IOTA

Universidade alemã anuncia grupo de estudos sobre IOTA

1161
1

O crescimento da indústria blockchain tem atraído não só novos investidores e empresas, mas também o acadêmicos que vêem no universo DLT não apenas um campo de estudo mas uma transformação social. Recentemente, o Laboratório de Máquinas-Ferramenta e Engenharia de Produção WZL da Universidade alemã RWTH Aachen anunciou que planeja pesquisar o uso industrial para IOTA. Nesta tarefa, a RWTH irá cooperar estreitamente com a Fraunhofer-Gesellschaft, maior organização de pesquisa aplicada da Europa.

A iniciativa é única do mundo, concentrada especificamente em uma única criptomoeda e a universidade está aceitando inscrições de assistentes científicos e estudantes que desejam se envolver em uma dissertação de mestrado ou doutorado sobre a IOTA e seu DLT, o Tangle. Para falar um pouco sobre esta iniciativa e sobre o universo cripto como um todo, o Criptomoedas Fácil conversou com Daniel Trauth, pesquisador que vem coordenado os esforços na Universidade RWTH Aachen.

Criptomoedas Fácil: Qual é exatamente a proposta do WZL.RWTH com IOTA e por que a IOTA/Tangle foi escolhido?

Daniel Trauth: No Laboratório de Máquinas-Ferramenta e Engenharia de Produção (WZL) da Universidade RWTH Aachen, estamos atualmente pesquisando os aspectos da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), que fortalecem o campo da Engenharia de Produção para melhorar os processos de fabricação, máquinas-ferramenta e cadeias de suprimento usando abordagens baseadas em dados, tanto na educação quanto na academia/pesquisa. Chamamos isso de Internet da Produção, que não é uma Internet adicional, mas mais como o núcleo da IoT. A IOTA tem atraído nossa atenção porque a tecnologia multidimensional Directed-Acyclic-Graph (DAG) oferece – comparado a abordagens baseadas em blockchain – a possibilidade de transportar e armazenar dados de maneira inviolável, independente do fabricante e de forma rápida. Em contraste com as tecnologias clássicas de blockchain, a IOTA não conhece taxas de transação e, portanto, permite nano-pagamentos, ou seja, a liquidação de quantias muito pequenas sem perdas. Independente da DAG e Blockchain, acreditamos nas possibilidades de tecnologias de contabilidade distribuída, especialmente no que diz respeito à economia máquina-a-máquina e à remoção de barreiras para educação e ciência. Portanto, avaliamos diferentes DLTs.

CF: Pesquisadores de todo o mundo são aceitos? Como funciona o processo de registro e seleção?

DT: Sim, nós absolutamente não nos importamos com equipes interdisciplinares ou diversificadas, em contraste, é altamente apreciado. Na verdade, já estamos em contato com candidatos de todo o mundo, tentando descobrir como eles podem contribuir para o caso de uso. Inscrição e seleção depende dos candidatos. Os estudantes que procuram uma posição de estudante ou a tese precisam ser matriculados na Universidade RWTH Aachen. No caso deste último, dependendo do seu campo de interesse, nós fornecemos um professor supervisor, o que seria mais fácil, ou o candidato precisa procurar um professor externo para supervisão, garantindo a qualidade da tese. Compensações são pagas para cargos de estudantes e PhDs, mas os candidatos podem sempre solicitar fundos e programas financeiros a terceiros.

CF: Como você avalia a recente implementação da Lighting Network? Como essas soluções podem colaborar com a IOTA e o Tangle na massificação da IoT?

DT: A Lightning Network propõe um canal bidirecional que permite às partes realizar um conjunto de transações, o que representa um avanço significativo no desenvolvimento da rede do Bitcoin. De fato, isso pode ser uma solução para redes de comunicação de blockchain entre máquinas. Mas o tempo deve mostrar qual tecnologia é mais adequada para cada situação. Como pesquisadores, tentamos ser objetivos. Ainda não usamos a Lightning, por isso não podemos fornecer recomendações confiáveis.

CF: Duas grandes promessas para o futuro são Inteligência Artificial e Computação Quântica. Como essas tecnologias funcionarão com a IoT, Tangle e DLT?

DT: A Inteligência Artificial desempenha um papel crucial na Internet da Produção, como imaginamos. A IoP descreve uma disponibilidade segura de informações em tempo real a qualquer momento e em qualquer lugar. A informação gerada é formada em uma sombra digital/dupla de produção multilateral e de alto volume. O reconhecimento de padrões segue por meio de análise de dados precisa e contínua. O reconhecimento de padrões permite o suporte à decisão preditiva como um segundo passo no caminho para a produção controlada. A aprendizagem sistemática a partir dos dados cria o benefício adicional considerável da Internet da Produção. O desenvolvimento ágil e altamente interativo de produtos torna-se tão fácil quanto a implementação rápida e sem erros de uma solicitação de mudança na produção em série. A vantagem competitiva da informação agregada em tempo real permite novas dimensões de adaptação e agilidade na implementação. Dentro do IoP, os DLTs são usados ??complementarmente aos modelos de IA. Os DLTs garantem a integridade dos dados, fornecem IDs rastreáveis e permitem uma cadeia de suprimentos confiável. A computação quântica aceleraria muito esse processo e permitiria taxas de processamento de dados muito mais altas, no entanto, não é para mim, nem meu campo de especialização.

CF: Há agora um grande debate sobre a regulamentação das criptomoedas. Como você vê este processo?

DT: As regulamentações são um instrumento importante para novas tecnologias. Uma vez regulamentadas, as novas tecnologias são mais propensas a serem aceitas pela sociedade e não são mais consideradas fora-da-lei. No entanto, os reguladores também podem usar regulamentos para proteger os modelos estabelecidos e desacelerar novos movimentos. Especialmente criptomoedas, novas tecnologias como blockchain, Tangle ou DLTs geralmente têm que enfrentar acusações especulativas por causa de seus tokens. Mesmo se eles forem necessários para usar a rede, alguns deles também podem ser usados ??para fins não éticos. Esta é uma área onde os regulamentos técnicos podem ajudar.

CF: Com os DLTs podem ajudar na privacidade de dados em contraposição ao escândalo da Cambridge Analytca?

DT: Depende de desenvolvimentos futuros. Hoje, as pessoas querem apagar todo o seu cronograma digital porque temem exatamente o que aconteceu com algumas contas do Facebook. Embora os DLTs sejam imutáveis, eles colocam o proprietário de um conjunto de dados na posição única de ter seus dados claramente em suas próprias mãos. Este não é o caso se seus dados estiverem armazenados no servidor de uma plataforma. É por isso que os DLTs têm um enorme potencial para fornecer mais privacidade e segurança do que nunca.

CF: Quando você acredita que a IoT será integrada à sociedade e o que impede esse desenvolvimento hoje?

DT: A aceitação leva tempo, então não precisamos forçar a integração. Histórias de sucesso futuras mostram às pessoas as possibilidades e desvantagens, as desvantagens levam a melhorias e melhorias levam a novas possibilidades e mais histórias de sucesso. Talvez a Internet da Produção torne-se uma dessas histórias de sucesso.

CF: Como você acredita que as soluções em DLTs podem ajudar a reduzir problemas sociais?

DT: Algumas das empresas baseadas em blockchain são empresas que usam modelos de negócios com base nos dados do usuário. A venda de dados de usuários tornou alguns deles muito ricos. Eu não posso prever o futuro, mas se os DLTs gerenciam IDs digitais e obtêm o proprietário de um ponto de dados para determinar seus próprios dados, isso pode mudar qualquer coisa. Mas, novamente, não é minha área de especialização.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!