Início Notícias UNICEF pede doação em mineração para crianças na Síria

UNICEF pede doação em mineração para crianças na Síria

654
2

A ONU tem sido um dos organismos multilaterais que primeiro abraçou as criptomoedas e um de seus grandes incentivadores, ela já realizou campanhas para incentivar o Bitcoin na África; já se uniu a IOTA e Ethereum em patrocínios para eventos sobre as mudanças climáticas; inclusive já usou a blockchain do Ether para enviar ajuda a Síria, além de outras ações envolvendo criptos/blockchain, como a recente iniciativa da UNICEF de realizar um concurso aberto para incentivar startups com prêmios de US$ 50 a 90 mil dólares.

Agora, porém é a própria UNICEF que convoca os entusiastas do mercado cripto para ajudar a instituição. Por meio do programa Game Chaingers pede aos gamers que utilizem suas GPU para minerar Ethereum com a finalidade de ajudar as crianças da Síria.

Para participar basta acessar o site (o criptomoedas facil só conseguiu acessar o site via VPN, não conseguimos fazer isso diretamente), preencher alguns detalhes sobre o seu sistema para que ele possa configurar o software de mineração no PC (a UNICEF está usando o “Claymore”, um dos melhores e mais conhecidos softwares para mineração de Ethereum, entre outras criptos, que em sua versão atual, permite “dual mining“, mineração de duas moedas simultâneas sem prejuízo de hash para nenhuma delas). Todo Ether arrecadado irá direto para a carteira da UNICEF, exceto a taxa padrão que todos os usuários do claymore pagam diretamente em sua mineração e, caso a UNICEF esteja usando uma pool existente, o que é bem provável, também tem a taxa retida para o pool.

Segundo a UNICEF o projeto foi criado para encontrar novos doadores para a instituição, uma vez que a maioria dos seus benfeitores já tem mais de 50 anos, além de criar uma outra forma de doação, não diretamente com dinheiro, mas agora com poder de computação (que no fim irá virar dinheiro também).

A ONU e em contrapartida suas instituições vinculadas, tem um forte compromisso com a mudança climática e formas de redução do impacto do homem na natureza, algo que vem sendo muito questionado no caso da mineração de criptomoedas, assim, de acordo com o site Engadget, um porta voz da UNICEF garantiu que os computadores vinculados a “Pool” da instituição não consumiram mais eletricidade, em seu processo de doação. De acordo com o porta voz, o computador ainda usará a mesma quantidade de eletricidade que geralmente faz, a UNICEF apenas emprestará uma parte do seu poder de processamento e apenas pede “uma participação pontual e breve“, no entanto, é praticamente certo que, por meio deste processo, haverá um custo de energia que irá depender, é claro, do tempo em que a máquina estiver ligada. É possível ativar ou desativar a mineração de maneira rápida e simples, clicando em apenas um botão. A campanha dura até o dia 31 de março, quando o programa se encerra.

Como o The Next Web aponta, pessoas que não tiverem o equipamento necessário para minerar ether podem também contribuir por meio de doações diretas em criptomoedas. No site do programa, é possível encontrar o endereço da carteira de ethereum da Unicef e usar qualquer app de carteira virtual para transferir os fundos. Até agora, o fundo levantou cerca menos de R$ 100 e tem apenas oito contribuintes operando 167 Mh/s (para ter uma ideia a melhor placa de mineração atual, a Nvidia Titan V, opera sozinha, em overcock, cerca de 80 mh/s).

Números da guerra na Síria

  • Mais de 11 milhões de pessoas deixaram suas casas por conta da guerra.
  • Destes 11 milhões, cerca de 6 milhões vivem a situação de refugiados
  • Estimasse que mais de 400 mil pessoas tenham morrido em decorrência dos conflitos
  • Mais de 6 milhões de crianças foram afetadas pelo conflito
  • Cerca de 4 milhões de crianças estão fora da escola por causa da guerra
  • A expectativa de vida na Siria era de 75,9 anos, hoje é de 55,7 anos
  • 80% da população vive em extrema pobreza (menos de US$ 1 por dia)
  • 83% do país não possui mais rede elétrica

(fonte revista Exame)

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã