Início Notícias Tradicional escola de economia do Reino Unido lança curso online sobre criptoativos

Tradicional escola de economia do Reino Unido lança curso online sobre criptoativos

448
1
Tradicional escola de economia do Reino Unido lança curso online sobre criptoativos

A tradicional Escola de Economia e Ciência Política de Londres, mais conhecida como London School of Economics (LSE), anunciou nesta semana que a partir de agosto passará a fornecer um curso online sobre investimentos em criptoativos.

Segundo o anúncio, feito no jornal britânico Financial Times, o novo curso se chamará “Investimento em Criptomoeda e Disrupção” e tem como proposta auxiliar os alunos a aprender “habilidades práticas para interagir com as exchanges de criptomoedas”, incluindo como usar carteiras e “avaliar a análise” das ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês).

Ao introduzir o curso, a universidade pretende ajudar “organizações privadas, investidores individuais, empresas de serviços financeiros, governos globais, bem como órgãos reguladores” a entender a “tendência altamente disruptiva” das criptomoedas.

“O crescimento exponencial e a volatilidade das criptomoedas e a tecnologia de contabilidade distribuída que os sustenta levaram a um interesse global em criptografias, ICOs e distribuição de riqueza digital”, afirma a matéria.

O curso online está programado para ser conduzido por Carsten Sørensen, professor associado de Sistemas de Informação e Inovação da LSE. Consistindo em seis módulos, que somam 60 horas de aula, a participação no curso será paga e custará €1.800, ou cerca de US$2.116.

Proliferação do ensino de criptoativos

A LSE é uma das mais importantes instituições de ensino do mundo. Fundada em 1895, foi alma mater de 36 líderes mundiais e de 16 ganhadores do prêmio Nobel. Nomes como Karl Popper, George Bernard Shaw e o economista Friedrich von Hayek estão entre os membros ilustres que passaram pela LSE.

Com a adoção do curso, a escola junta-se a outras universidades ao redor do mundo que também oferecem materiais de estudo para alunos que querem aprender sobre criptomoedas, como a Universidade de Oxford (Reino Unido), a Universidade de Nicosia (Chipre) e a Blockchain Insper (Brasil). A lista de universidades que operam cursos de blockchain também inclui importantes universidades dos Estados Unidos, como Princeton, Stanford e a Universidade de Nova York.

Ao que tudo indica, o curso da LSE, juntamente com o já ativo curso da Universidade de Oxford, fazem parte de uma verdadeira demanda pelo interesse dos britânicos por ativos digitais. Além do crescimento do interesse como forma de investimento, da aparição de criptoativos em programas de entretenimento e até mesmo uma série de televisão sobre Bitcoin estão sendo produzidas no país, o que mostra um cenário de atividade febril em torno desse mercado, talvez o cenário mais prolífero em toda a Europa.

Uma nova onda?

No final dos anos 1970 e início dos anos 1980, houve uma verdadeira revolução musical no Reino Unido, com o surgimento de diversas bandas de heavy metal naquele local – Judas Priest, Iron Maiden e Saxon foram algumas das bandas que saíram dessa nova safra musical, que revolucionou o cenário da música pesada no mundo inteiro e gerou legiões de fãs e ouvintes de heavy metal.

A fama do movimento adquiriu tal proporção que ganhou até uma expressão própria: a famosa revista Kerrang! deu o título de New Wave of British Heavy Metal (nova onda do heavy metal britânico).

Estaríamos, agora, diante de uma verdadeira New Wave of British Cryptocurrencies Market (nova onda do mercado de criptomoedas britânico)?

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!