Início Notícias Startup da Noruega pretende ser uma concorrente da plataforma Localbitcoins

Startup da Noruega pretende ser uma concorrente da plataforma Localbitcoins

349
0
Startup da Noruega pretende ser uma concorrente da plataforma Localbitcoins

De acordo com o artigo publicado pela agência de notícias Bitcoin.com, em 04 de novembro, uma startup norueguesa anunciou o lançamento de uma nova plataforma de mercado peer-to-peer chamada Bitruption. Semelhante à plataforma Localbitcoins, a exchange Bitruption planeja oferecer um formato sob o qual os usuários em todo o mundo poderão anunciar, comprar e vender moedas digitais por decreto local.

A plataforma de negociação Bitruption é uma troca peer-to-peer que foi recentemente anunciada por Ole André Knutli, o gerente de projetos da empresa. De acordo com Knutli, a equipe de Oslo, capital da Noruega, planeja lançar uma plataforma de negociação que permitirá aos traders formarem suas próprias micro-trocas a nível local, muito parecido com a Localbitcoins. No entanto, em contraste com a Localbitcoins, a Bitruption permitirá que os usuários negociem múltiplas criptomoedas. Inicialmente, a plataforma suportará apenas Bitcoin (BTC) e Bitcoin Cash (BCH), juntamente com transferências bancárias.

“Vamos construir suporte para mais moedas digitais e adicionar mais opções de pagamento, mas isso é mais adiante”, explicou Knutli.

A empresa está tentando se distinguir das exchanges tradicionais. “A Bitruption preserva a liberdade e flexibilidade de um formato peer-to-peer. Nosso objetivo é fornecer às pessoas mais opções para negociar moedas digitais em um ambiente seguro e fácil de usar”, disse a empresa em seu site.

“Forneceremos a infra-estrutura digital e permitiremos que os usuários estabeleçam mercados para negociar da maneira como eles quiserem.”

A Bitruption acrescentou que há uma nova lei anti-lavagem de dinheiro na Noruega que exige que eles se registrem com as autoridades. A empresa está atualmente em processo de se registrar junto à Autoridade de Supervisão Financeira da Noruega, pois acredita que construir uma relação de confiança de longo prazo é uma abordagem muito melhor do que permitir fraudes no mercado. A equipe, portanto, implementará um sistema KYC / AML para eliminar atividades ilegais. Inicialmente, a Bitruption será lançado para usuários noruegueses e, em seguida, expandirá internacionalmente após escalar o mercado.

No momento, não há muitas exchanges que operam de modo peer-to-peer, além de algumas como Bitquick, Localbitcoins e Localbitcoincash. Knutli disse que é “vital que construamos mais pontes” e que a Bitruption está focada em fazer exatamente isso.

A empresa discutirá o projeto na conferência Cryptofinance em Oslo, no dia 17 de novembro.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!