2017 foi um ano agitado para o Bitcoin, com quebras de recordes de preço constantes e volatilidade eminente, porém ainda assim a moeda digital tem ganhado cada vez mais espaço como método de pagamento para coisas comuns, desde passagens aéreas, sanduíches e até mesmo imóveis.

De acordo com o artigo publicado pela CNBC, agência de notícias norte-americana, mais de 100 mil estabelecimentos e empresas passaram a aceitar Bitcoin como forma de pagamento, dentre eles estão a Microsoft, Expedia e até mesmo uma lanchonete Subway em algum lugar do mundo.

Diferente do que muitos pensam, é possível inclusive comprar uma casa usando Bitcoin. Para isso, basta encontrar uma pessoa que aceite a criptomoeda como forma de pagamento pelo imóvel. E o contrário também pode acontecer, caso queira vender seu imóvel em troca de Bitcoin, basta encontrar um comprador que possua a moeda digital interessado em sua oferta.

Uma família do Texas, estado norte-americano, realizou a compra de uma casa com Bitcoin e relatou que o maior desafio não foi encontrar um interessado e sim resolver como seria feita a transação de um valor tão alto. Para isso, as partes executaram a transação através da BitPay, empresa norte-americana de serviço de processamento de pagamentos com Bitcoin. Essa medida foi tomada pois o vendedor preferia o dinheiro recebido em forma de dólares.

A BitPay também esteve por trás de outras transações de compra e venda de imóveis, incluindo uma propriedade no Lago Tahoe, no leste dos Estados Unidos, vendida em 2014 por 2.739 bitcoins, o equivalente a US$ 1.6 milhões na época.

Em Manhattan, também nos Estados Unidos, Benjamin Shaoul, dono da imobiliária Real Estate Group, passou a aceitar Bitcoin como forma de pagamento por imóveis depois que seus clientes começaram a pedir tal medida. “Eu acho que a longo prazo vai tornar-se um meio para fazer pagamento“, disse Shaoul sobre o Bitcoin.

No Brasil, a imobiliária Tecnisa também aderiu à moeda digital e passou a aceitá-la como forma de pagamento de parte do valor da parcela de entrada do imóvel, limitado ao valor de R$ 100 mil. Além disso, a imobiliária oferece um bônus de 5% para aqueles que optarem por esse formato de pagamento da primeira parcela. Por exemplo, se a parcela de entrada do imóvel é de R$ 100 mil e o comprador optar por pagar com Bitcoin, a Tecnisa cederá o desconto de 5%, portanto o valor da primeira parcela será de R$ 95 mil.

loading...
COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.