Início Notícias República mais antiga do mundo pretende tornar-se o próximo centro de blockchain

República mais antiga do mundo pretende tornar-se o próximo centro de blockchain

674
0
República mais antiga do mundo pretende tornar-se o próximo centro de blockchain

De acordo com o artigo publicado pela News BTC, agência de notícias especializada no universo cripto, em uma parceria improvável, o microestado europeu de San Marino está se movimentando para tornar-se um centro de inovações blockchain com a ajuda da Polybius, baseada na Estônia.

A minúscula e montanhosa república de San Marino anunciou, através do San Marino Innovation Institute, a criação de uma nova empresa que, segundo a lei de San Marino, se dedicará a desenvolver um ecossistema inédito para a inovação blockchain.

O trabalho físico e legislativo deve começar imediatamente com a criação de uma infra-estrutura e uma estrutura legal que atendam à intenção do microestado de se tornar um centro para o desenvolvimento da indústria de blockchain.

Sergio Mottola, presidente executivo da San Marino Innovation disse ao Bankless Times:

“O Governo da República está disposto a assumir a liderança nesta transformação e está soberbamente posicionado para promover a inovação digital através da constituição de uma legislação e jurisdição voltadas para o futuro, para favorecer a crescente infra-estrutura blockchain.”

Quando questionados sobre a longevidade das criptomoedas como um investimento e se os valores no momento são indicativos de uma bolha, Mottola disse:

“Não estamos interessados em políticas oportunistas para aproveitar as especulações que cercam o mundo das criptomoedas atualmente. Em vez disso, estamos intrigados com a revolução implícita na tecnologia subjacente, o blockchain, que esperamos trazer um impacto na economia global maior do que a Internet.”

Criando um centro para a inovação blockchain

A parceria entre San Marino Innovation e Polybius permitirá à San Marino utilizar a tecnologia de identificação digital de última geração da empresa estoniana para desenvolver sistemas de verificação de autenticação de classe mundial.

A Polybius tem sido um desenvolvedor líder de tecnologia de contabilidade distribuída através de sua empresa HashCoins OÜ. Experiência que o co-fundador Ivan Turygin espera que percorrerá um longo caminho para moldar San Marino como um destino para a inovação blockchain e para influenciar o governo a apoiar esse desenvolvimento como um caminho para o futuro sucesso econômico.

O co-fundador Sergei Potapenko está confiante na parceria devido à experiência passada da Polybius em desenvolver soluções práticas em várias blockchains:
“No passado, desenvolvemos e implementamos soluções que abrangem a autorização sem senha, armazenamento de dados e serviços notariais”, disse ele.

Andrea Zafferan, Secretária de Estado para o Desenvolvimento Econômico de San Marino, falou sobre a parceria estar no centro da estratégia de desenvolvimento das repúblicas para se tornar um centro mundial de blockchain. Zafferan acrescentou que:

“Somos a república mais antiga do mundo e estamos orgulhosos de começar uma transformação liderada pela tecnologia.”

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!