Início Notícias Regulador da indústria financeira quer saber tudo sobre atividades envolvendo criptomoedas

Regulador da indústria financeira quer saber tudo sobre atividades envolvendo criptomoedas

330
0
Regulador da indústria financeira quer saber tudo sobre atividades envolvendo criptomoedas

De acordo com o artigo publicado pela agência de notícias Coindesk, o órgão norte-americano de autorregulamentação para corretoras está solicitando que as empresas associadas apresentem uma ampla gama de detalhes relacionados às suas atividades focadas em criptomoedas.

Em um aviso de regulamentação emitido na última sexta-feira, a Autoridade Reguladora da Indústria Financeira (FINRA, na sigla em inglês) disse que as informações solicitadas complementarão os esforços existentes para “averiguar a extensão do envolvimento de suas empresas-membro” no espaço nascente.

De acordo com o aviso, a FINRA quer saber se uma empresa membro tem ou está negociando criptomoedas, aceitando-as de clientes, gerenciando um fundo de criptomoedas em pool, participando de uma venda simbólica ou oferecendo conselhos sobre qualquer tópico relacionado às criptomoedas.

Também notavelmente, a mineração de criptomoedas – ganhando recompensas por participar como um nó em uma blockchain para registrar transações – ou “qualquer outro uso da tecnologia blockchain” são áreas nas quais a FINRA indicou interesse em seu propósito de monitoramento.

A organização continuou dizendo:

“Até 31 de julho de 2019, cada empresa é encorajada a manter seu Coordenador Regulatório atualizado se ela, ou suas pessoas associadas ou afiliadas, começar ou tiver a intenção de começar a envolver-se em um novo tipo de atividade relacionada aos ativos digitais não divulgados anteriormente.”

Autorizada pelo Congresso dos EUA em 2007, a FINRA foi incorporada como uma organização autorreguladora com o objetivo de aprovar e supervisionar corretores no país.

Embora o novo aviso regulatório não seja obrigatório, segue os esforços atuais da FINRA para examinar as empresas-membro em meio a preocupações crescentes de “fraude e outras violações das leis de valores mobiliários envolvendo ativos digitais”, informou a FINRA no comunicado.

No ano passado, o órgão emitiu um alerta aos investidores de varejo para que permanecessem cautelosos depois que várias empresas do setor público observaram uma alta nos preços das ações, seguindo os pivôs de blockchain e criptomoeda reivindicados.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!