Início Notícias Queremos iniciar um novo capítulo na história das criptomoedas no mercado brasileiro,...

Queremos iniciar um novo capítulo na história das criptomoedas no mercado brasileiro, diz CEO da Huobi Brasil

840
0
Queremos iniciar um novo capítulo na história das criptomoedas no mercado brasileiro, diz CEO da Huobi Brasil

“Queremos iniciar um novo capítulo na história das criptomoedas no mercado brasileiro. Estamos chegando com altos padrões de segurança e tecnologia para contribuir com todo o ecossistema”, com esta declaração, Frank Tao, CEO da Huobi Brasil anunciou oficialmente o início das operações de uma das maiores exchanges do mundo em território nacional.

A Huobi foi fundada em 2013 na China, tendo recebido aportes dos fundos Sequoia Capital e Zhen Fund. Hoje, sua sede está em Cingapura. No ano passado, a exchange começou a expandir sua plataforma para outros países, como Japão, Coreia do Sul, Canadá, Austrália e, agora, Brasil. Em todos os países, o volume médio diário de negociação na plataforma da Huobi gira em torno de US$1 bilhão, com milhões de usuários cadastrados em mais de 130 países. Desde o lançamento de sua plataforma, o volume acumulado foi de mais de US$1 trilhão.

Assim, a Huobi consolida-se como a primeira entre as maiores exchanges de criptomoedas com atuação internacional a disponibilizar sua plataforma para atender usuários brasileiros.

“Nossa estratégia para o Brasil é começar com o mercado cripto-cripto, trazendo produtos e serviços de alta qualidade para o nicho de traders brasileiros de criptomoedas. Ao mesmo tempo, estamos conversando com exchanges e gestoras locais para estabelecer parcerias voltadas às soluções de tecnologia”, explica o CEO.

Para ter uma ideia do potencial da exchange no mercado nacional, em comparação com as exchanges brasileiras que atuam hoje, a Huobi oferece alta liquidez, mais de 150 moedas (altcoins) e 250 pares de negociação e taxa de transação máxima de 0,20%, três vezes menor que a melhor taxa do mercado atualmente. Entre as moedas disponíveis para negociação em sua plataforma estão Bitcoin, Ethereum, EOS, Iota, Decred, Dash, Tron, entre muitas outras.

Com tecnologia proprietária, a Huobi Global investe para garantir a segurança dos dados de seus clientes. Além disso, em abril deste ano, a exchange anunciou um fundo de proteção para ressarcir investidores em caso de ataques hackers. Até hoje, a plataforma não sofreu ataques.

A Huobi está estruturando seu time de atendimento para o Brasil.

“O atendimento em língua portuguesa, com a proximidade e eficiência que o investidor brasileiro demanda, irá se constituir em um grande diferencial especialmente para quem recorre às exchanges estrangeiras para fazer tradings”, ressalta Tao.

Em paralelo à atuação com criptomoedas, a Huobi quer incentivar o desenvolvimento da tecnologia blockchain no Brasil.

“Iremos buscar parcerias com universidades e fomentar patrocínios e iniciativas de pesquisa”, explica Tao, destacando que órgãos públicos e instituições financeiras privadas, como bancos, além de educacionais, como universidades, que queiram aplicar a tecnologia de blockchain em suas operações também são alvo da Huobi no Brasil.

No exterior, a Huobi desenvolveu um ecossistema de iniciativas de apoio à inovação que inclui, além da plataforma Huobi Global – onde oferece alta liquidez para usuários C e traders B -, a plataforma Hadax, que lista projetos inovadores em criptomoedas, além de iniciativas como o Huobi Capital, Huobi Labs, Huobi Reserch, Huobi News, Huobi Chat e Huobi University.