Início Ethereum Próximo hard fork do Ethereum será ativado em ambiente de testes em...

Próximo hard fork do Ethereum será ativado em ambiente de testes em outubro

481
0
Próximo hard fork do Ethereum será ativado em ambiente de testes em outubro

O próximo hard do Ethereum, Constantinople, será ativado em um ambiente de testes no próximo mês, disseram os desenvolvedores na última sexta-feira, 14 de setembro.

Conforme relatado pela CoinDesk, o Constantinople apresenta mudanças destinadas a aumentar a eficiência da plataforma, alterar sua política econômica e atrasar a chamada “dificuldade bomba” (difficulty bomb no termo em inglês), um pedaço de código destinado a incentivar a rede a alterar seu algoritmo de consenso central.

Falando em uma chamada de vídeo quinzenal, os desenvolvedores disseram que a atualização será ativada por volta de 9 de outubro em uma testnet entre clientes, chamada Ropsten, que imita as condições da própria rede Ethereum. No entanto, devido à imprevisibilidade dos tempos de confirmação de blocos no ambiente de teste, um número de bloco exato – a maneira como a maioria das atualizações é cronometrada no espaço da blockchain – para a ativação do testnet ainda não foi determinado.

Da mesma forma, o tempo para ativar o Constantinople na rede principal do Ethereum ainda não foi definido.

No entanto, Hudson Jameson, oficial de comunicação da Fundação Ethereum, sugeriu, em novembro ou dezembro, a próxima mudança de código.

Vitalik Buterin, criador do Ethereum, também estava à disposição, e observou que as mudanças resultantes da abordagem do código da bomba de dificuldade não devem ser perceptíveis por vários meses, o que significa que há pouca urgência em obter o upgrade do Constantinople.

“Não é totalmente urgente”, disse Buterin, acrescentando:

“Poderíamos ter três meses de segurança ou provavelmente ainda mais.”

Enquanto as propostas de melhoria do Ethereum (EIPs) que fazem parte da atualização do Constantinople causaram algum debate – especialmente entre mineradores que vêem sua receita diminuindo com um recuo na emissão de Ether – no geral, a atualização apresenta pequenas mudanças técnicas.

Os desenvolvedores também discutiram EIPs que podem ser incluídos em um posterior hard fork chamado Istambul – atualmente planejado para oito meses após a execução do Constantinople.

Por exemplo, a disputa atual sobre se o Ethereum deve implementar mudanças em seu algoritmo de prova de trabalho subjacente para forçar os ASICs – hardware de mineração que muitos pensam causar a centralização – fora da rede, foi discutido. Embora nenhuma direção clara tenha sido confirmada, o pesquisador do Ethereum Danny Ryan observou que o trabalho do Casper, proposta de mover o Ethereum para um novo algoritmo de consenso, está avançando.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.