Início Notícias Processadora de pagamentos com criptomoedas BitPay obtém licença para operar em Nova...

Processadora de pagamentos com criptomoedas BitPay obtém licença para operar em Nova York

543
3
Processadora de pagamentos com criptomoedas BitPay obtém licença para operar em Nova York

A BitPay, empresa de processamento de pagamentos com criptomoedas, anunciou a obtenção da BitLicense, licença especial do Departamento de Serviços Financeiros de Nova York (DSF), para operação de serviços com criptomoedas no estado. A informação foi confirmada pelo órgão regulador na última segunda-feira, 16 de julho.

A licença permite que a BitPay ofereça serviços de compensação e liquidação para empresas sediadas em Nova York que desejarem fazer transações com Bitcoin (BTC) e Bitcoin Cash (BCH).

Como parte do processo de candidatura, a DSF conduziu uma extensa auditoria da BitPay, incluindo os balanços financeiros da empresa, suas políticas anti-lavagem de dinheiro e anti-fraude, bem como medidas de proteção ao consumidor e segurança cibernética.

O CEO da BitPay, Stephen Pair, falou sobre o acontecimento em um comunicado:

“Acreditamos que isso proporciona às empresas, não apenas de Nova York, mas de todo o país, a confiança de que a tecnologia blockchain oferece benefícios claros para as empresas que trabalham com comércio eletrônico e transferências internacionais.”

A BitPay tornou-se a primeira empresa de processamento de pagamentos a conseguir a autorização oficial do estado de Nova York – e tornou-se apenas a 11ª empresa que trabalha com ativos digitais a ter o selo BitLicense. Antes dela, o regulador concedeu a licença para outras 1o empresas: Square, Xapo, Genesis Global Trading, BitFlyer USA, Coinbase, Ripplle através da subsidiária XRP II, Circle Internet Financial, Gemini Trust Company e Paxos (antiga IT Trust Agency).

“Continuaremos a trabalhar para apoiar um mercado vibrante e competitivo de ativos digitais, que conecte e capacite os nova-iorquinos para um mercado global, garantindo a supervisão de uma forte regulamentação estadual”, afirmou Maria T. Vullo, superintendente de serviços financeiros.

A BitLicense é obrigatória para empresas que desejam oferecer qualquer um dos seguintes serviços no estado de Nova York: transferência de criptomoedas; guardar, armazenar ou manter a custódia ou controle de ativos digitais em nome de outros; compra e venda como um negócio de clientes (exchanges); controlar, administrar ou emitir um ativo ou moeda digital; e oferecer serviços de câmbio.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!