Início Notícias Primeira transação de Bitcoin em Caixa Eletrônico usando a Lightning Network

Primeira transação de Bitcoin em Caixa Eletrônico usando a Lightning Network

959
1
Lightning Network Bitcoin

A Lightning Network (LN), uma solução que pretende, entre outras, resolver o problema de escalabilidade, taxas e velocidade de confirmação no Bitcoin vem crescendo em casos de uso diariamente, mesmo ainda não possuindo uma versão pronta e segura. A Coinfinity se juntou ao time dos ‘desbravadores’ da LN e concluiu, conforme divulgado pela empresa, a primeira transação na rede por meio de um caixa eletrônico. Além das fotos e do comunicado também foi divulgado em vídeo demonstrando a operação, “Em nosso escritório em Graz, executamos com sucesso uma transação bitcoin na rede Lightning, que – até onde sabemos – foi a primeira transação deste tipo em um caixa eletrônico Bitcoin em todo o mundo”, acrescentou.

Coinfinity está testando a rede Lightning. © Coinfinity

A iniciativa da Coinfinity é contestada por alguns, afinal, a rede Lightning está em fase de testes e não há qualquer garantia que o seu Bitcoin não será ‘perdido’ na rede. Este debate Testenet X Mainnet não tem impedido que transações reais sejam feitas, como a transação pizza, na qual o usuário do Reddit @btw__throwaway1337 postou a foto de um roteador, afirmando que adquiriu o produto via TorGuard, utilizando a Lightning Network para efetuar a transação. O usuário também postou a prova da transação através do site smartbit.

A transação na TorGuard só foi possível porque a empresa foi pioneira na adoção da LN. Em 10 de janeiro a startup fez o anúncio no Twitter, afirmando que “testnet é tão chato”, em referência a versão disponível para testes sem o uso de bitcoin real. Mais recentemente, o desenvolvedor Jack Mallers lançou uma versão beta do Zap, uma carteira LN multiplataforma que diminui a quantidade de conhecimento técnico necessário para configurar um nó LN no testnet ou no mainnet. Já a Blockstream anunciou que já foi mais longe que todos juntos e teria transacionado mais de US$ 30 mil usando sua própria implementação Lightning, c-lightning e um  explorador de rede principal da LN.  A Lightning não tem prazo ainda para ser disponibilizada, embora já possua 395 nós ativos e aproximadamente 1 mil canais de pagamento.

Testnet X Mainnet

Embora as notícias de adoção da Lighting demonstrem que há um enorme interesse e uma ansiedade em ver a LN disponível, a CEO da Lightning Labs, Elizabeth Stark, tem destacado que isso pode acabar tornando-se um problema que pode levar os usuários a perder seu dinheiro. Elizabeth destaca que não há prazo para a LN estar disponível e que, um de seus problemas é a quantidade de desenvolvedores atuando no projeto, menos de dez pessoas. Lembrando que por meio da LN também será possível realizar transações atômicas, um outro projeto em desenvolvimento que promete revolucionar a forma como as criptografias se relacionam.

Stark fez questão de salientar inclusive que os ‘desbravadores’ tem causado problemas para o projeto da LN e apelou para que os usuários deixem de enviar dinheiro ao sistema, afirmando  que “tornou-se uma distração desnecessária para nossos desenvolvedores”.

“Muitas pessoas querem entrar no mainnet e é difícil dizer-lhes que não está bastante pronto e que eles devem testar no testnet”, disse Alex Bosworth, um desenvolvedor do Lightning. “Eu não recomendaria usar mainnet a menos que você estivesse testando explicitamente e soubesse o que está fazendo”.

No entanto, enquanto o desenvolvimento e a adoção da Lightning Network continuam a acelerar, os usuários mainnet devem lembrar que o software – que não recebeu uma versão final – provavelmente ainda contém erros que poderiam potencialmente fazer com que eles perdessem suas moedas.

Erros X Consertos X Quem Conserta

Segundo relatou o Coindesk, justamente esse argumento é também um fator que tem motivado a comunidade a usar o mainnet e, assim, auxiliar no desenvolvimento da LN encontrando ‘erros’ na programação, “Há alguns problemas que você encontrará apenas com dinheiro real”, disse o CEO da TorGuard, Ben Van Pelt.

“Eu acho que é hora da LN ir ao vivo, mesmo que ainda tenha erros. Mas esta é a melhor maneira de amadurecê-la”, escreveu um usuário do Twitter .

Nessa mesma linha, a CSO do Blockstream Samsom Mow twittou : “Usar o Lightning Network no mainnet não é apenas a correção de erros, adesivos e ser #reckless. Também está aprendendo sobre problemas de usabilidade que talvez não estejamos considerando”.

E os testes mainnet levaram à descoberta de vários bugs. De acordo com o International Business Times, a implantação da tecnologia da Blockstream levou à descoberta de 20 problemas nas primeiras 14 horas após o seu lançamento, pela TorGuard, Ben Van Pelt, também revelou que a empresa encontrou alguns erros ao longo do caminho, mas nenhum que causou perca de dinheiro para qualquer parte.

Já para Pierre-Marie Padiou, um desenvolvedor da Lightning, acrescenta que justamente encontrar os erros é o problema agora, “Cada erro encontrado pode significar mais trabalho, em termos de recurso de desenvolvimento, para encontrar a solução. Achar erros agora não vai ajudar a Lightning a estar ponta mais rápido, apenas coloca mais pressão e acrescenta mais distração ao já pequeno número de pessoas que realmente fazem o desenvolvimento”

Mesmo com tudo isso em mente não há nenhum sinal de que o uso do mainnet irá parar. “Planejamos manter nossas soluções na Lightning Network funcionando de forma permanente para ajudar a apoiar a rede”, disse o CEO da TorGuard, Ben Van Pelt.

Lightning Network no Brasil – Campus Party 2018

Quem esteve na Campus Party, o maior evento de Tecnologia do Brasil, teve a oportunidade de acompanhar de perto e aprender como realizar uma transação na Lightning. O workshop “Transações instantâneas e com custo zero? Vamos construir um bloco lightning network! #CPBR11″ foi ministrado por Bruno Garcia, Desenvolvedor web full stack, Blockchain Evangelist e admirador do movimento open source, dentro da programação do “Workshop Blockchain” no evento.

 

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã