Início Notícias Primeira exchange descentraliza do Brasil será lançada em dezembro

Primeira exchange descentraliza do Brasil será lançada em dezembro

304
0
Primeira exchange descentraliza do Brasil será lançada em dezembro

O mercado de criptomoedas brasileira vai ganhar sua primeira exchange descentralizada (DEX) em dezembro deste ano, segundo um levantamento exclusivo feito pelo Criptomoedas Fácil. Durante a Labitconf, evento que será realizado dos dias 05 a 08 de dezembro no Chile, a Coindex será lançada, uma exchange descentralizada e primeira plataforma do tipo no Brasil e na América Latina.

No entanto, a plataforma que vem sendo construída pela Stratum CoinBr, promete não apenas permitir a negociação descentralizada de pares cripto/cripto, mas permitirá também compra e venda descentralizada de criptomoedas com fiat e, no caso deste tipo de negociação, a plataforma promete que tanto o vendedor quando o comprador recebam seus saldos correspondentes em no máximo 10 minutos, assim, tanto os valores em reais quanto o correspondente em criptomoedas seria entregue na carteira e conta do usuário dentro do tempo máximo estipulado.

“A Coindex foi criada no intuito de ser uma plataforma descentralizada para facilitar a compra de criptomoedas e o intercâmbio cripto no Brasil. Temos observado uma crescente demanda deste tipo de serviço devido a inúmeros fatores como agilidade, segurança entre outros. Vamos trabalhar de uma forma totalmente descentralizada, operando sempre de wallet para wallet, sem armazenar qualquer ativo de nossos clientes, sejam eles criptomoedas ou moedas fiduciárias”, destaca Rocelo Lopes, CEO da Stratum CoinBr e responsável pelo desenvolvimento da Coindex.

Lopes afirma ainda que a expectativa é que a Coindex, embora seja lançada em dezembro, passe por um período de testes com alguns trades, assim como foi feito com a Cointrade, e deve ser liberada para o público em fevereiro de 2019. O CEO destaca que não será preciso fazer qualquer cadastro ou preencher qualquer formulário de KYC, o mesmo princípio que vem sendo adotado na plataforma Bank-to-Cripto (BKTC), que também pertence ao grupo Stratum.

“Temos feito tudo com muito empenho e visando construir uma plataform única no Brasil, estamos trabalhando 100% com a tecnologia da Stratum com tudo aquilo que já conhecemos e usando nosso background”, disse.

Changpeng Zhao, CEO da Binance, a primeira exchange que anunciou a construção de uma DEX, afirmou acreditar que o futuro do mercado de criptomoedas passará por plataformas descentralizadas.

“Acredito que as DEX são o futuro. Eu não sei quando esse futuro virá ainda. Acho que estamos em um estágio inicial para isso, então não sei se é em um ano, dois anos, três anos ou cinco anos. Eu não sei, mas temos que estar prontos para isso”, disse ele.

loading...
COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã
Garanta já sua vaga para o Block Summit SPCLIQUE AQUI