Início Notícias Presidente de órgão regulador norte-americano diz que o Bitcoin é eficiente como...

Presidente de órgão regulador norte-americano diz que o Bitcoin é eficiente como reserva de valor

465
0
Presidente de órgão regulador norte-americano diz que o Bitcoin é eficiente como reserva de valor

J. Christopher Giancarlo, presidente da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos Estados unidos (CFTC, na sigla em inglês), que já recebeu o apelido de “cryptodad” devido à sua disposição em se envolver com a indústria cripto/blockchain apoiando uma regulamentação que não impeça o desenvolvimento da tecnologia, disse que o Bitcoin pode não ser ideal como meio de troca, e portanto como moeda, mas possui as características de uma reserva de valor como o ouro.

A declaração, feita durante uma entrevista à CNBC, agência de notícias internacional, dizia que a legislação financeira norte-americana possui regras muito antigas, que remontam 1930, o que torna difícil o trabalho dos reguladores em “encaixar” perfeitamente o Bitcoin e as demais criptomoedas dentro destas classificações regulatórias.

“O Bitcoin e outras criptomoedas, realmente, têm elementos de todas as diferentes classes de ativos, estejam eles cumprindo a função de pagamento ou seja como um ativo de longo prazo (reserva de valor). Nós vemos elementos de commodities em [Bitcoin] que estão sujeitos aos nossos regulamentos, mas dependendo de qual regime regulatório você está olhando, tem diferentes aspectos”, acrescentou.

Giancarlo enfatizou que embora reguladores e legisladores estejam debatendo atualmente se a CFTC e a Comissão de Valores Mobiliários (SEC, na sigla em inglês) devem ter mais autoridade para supervisionar os mercados de criptomoedas, tais determinações devem ser feitas no nível legislativo – não no regulatório, jogando a “bola” da regulamentação para os deputados norte-americanos.

Atualmente, a CFTC supervisiona a negociação de futuros de Bitcoin, que são classificados como commodities e estão listados nas bolsas norte-americanas CBOE e CME. A CFTC também investiga fraudes relacionadas às criptomoedas e manipulação de mercado, embora não tenha a autoridade para supervisionar as plataformas de negociação no dia-a-dia.

O mandato de cinco anos de Giancarlo expirará no próximo mês de abril e ele disse que não buscará recondução, se aposentando assim que o presidente norte-americano Donald Trump nomear um sucessor que pode não ser tão amigável em relação ao universo das criptomoedas e mudar a orientação da CFTC.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã