Início Notícias Presidente de Associação brasileira se reúne com representantes da CVM para debater...

Presidente de Associação brasileira se reúne com representantes da CVM para debater regulamentação do setor de criptomoedas

410
0
Presidente de Associação brasileira se reúne com representantes da CVM para debater regulamentação do setor de criptomoedas

A ABCB, Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain, tem se movimentado ativamente em busca, junto aos reguladores, de apoiar a construção de uma regulamentação pró Bitcoin, criptomoedas e blockchain no Brasil. Nesta empreitada, a associação promoveu o ABCB Talks, um encontro destinado aos associados que pretende “unir” a comunidade de criptomoedas com autoridades governamentais e contou com a presença do deputado federal Thiago Peixoto (PSD-GO), presidente da Frente Parlamentar de Economia Digital e Colaborativa e um dos defensores do ecossistema das criptomoedas na Câmara dos Deputados.

Nesta linha, o presidente da ABCB Fernando Furlan estará hoje, 03 de agosto, no Rio de Janeiro, com o presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) Marcelo Barbosa. Segundo a assessoria de imprensa da associação, o encontro, embora em algum momento deva abordar o tema da regulamentação, é mais um ato de cortesia e tem como objetivo apresentar a ABCB às autoridades da CVM e estreitar o relacionamento.

“Vamos até lá nos apresentar, explicar quais são os valores da Associação e nos colocarmos à disposição para diálogo”, diz Furlan, que estará acompanhado da diretoria da ABCB composta por Emília Campos na Diretoria Jurídica e Felipe França no cargo de Vice Presidente.

“Entendemos a digitalização da economia como um movimento sem volta e que só tende a beneficiar a sociedade, reduzindo custos e popularizando investimentos”, destaca Furlan.

Ainda que seja uma conversa introdutória, é possível que outros temas também sejam discutidos.

“Achamos que seria interessante, por exemplo, ampliar a capitalização via crowdfunding para pequenas empresas. Já existe uma resolução na CVM em relação à este tema, mas seu escopo poderia ser ampliado”, completou o presidente da ABCB.

Como parte desta política diplomática da ABCB, na próxima quarta-feira, 08 de agosto, Furlan e Campos participação de uma audiência com o presidente do CADE (Conselho Administrativo de de Defesa Econômica) Alexandre Barreto. Na ocasião, a entidade do setor de criptomoedas pretende discutir aspectos da ação movida contra os bancos por prática abusiva e anticompetitiva.

Nesta ação, como mostrou o Criptomoedas Fácil, a entidade pede que o CADE condene o Banco do Brasil a pagar uma multa de 20% sobre o faturamento bruto do banco no exercício anterior à instauração do inquérito, por fechar encerrar a conta sem aviso prévio ou justificativa plausível da Atlas Quantum, o valor estimado da multa seria R$11,6 bilhões.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã