Presidente da China expressa otimismo e diz que a blockchain é uma tecnologia inovadora

Xi Jinping, presidente da China, expressou sua admiração e esperanças pela tecnologia blockchain em uma reunião com a Academia Chinesa de Ciências e a Academia Chinesa de Engenharia.

Xi apontou que a tecnologia blockchain, que sustenta o Bitcoin, vem acelerando a taxa de “aplicações inovadoras”.

Ele também observou que ele tem interesse em outras tecnologias futuras, como a Inteligência Artificial, a Internet das Coisas e as comunicações mobile.

Historicamente, a China tem sido um local popular para uso de criptomoedas e para o desenvolvimento de blockchain. No entanto, relatórios divulgados no ano passado mostraram que o governo chinês está tentando conter o fluxo de criptomoedas no país

Em setembro do ano passado, a China proibiu a participação e a criação das chamadas ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês).

No entanto, os relatórios mostram que a China está continuamente tentando impedir o comércio de criptomoedas no país, especialmente as transações que facilitam a transferência do Yuan Chinês para criptomoedas.

Muitos analistas de mercado e críticos acham estranho que a China apóie a tecnologia blockchain, mas hesita em permitir que as criptomoedas instalem-se no mercado chinês. Alguns especulam que isso se deve ao fato de que o controle da China sobre a economia iria falhar, já que as criptomoedas são descentralizadas e as tecnologias globais, por natureza.

No início deste mês, a Huobi, uma das exchanges com sede na Ásia, anunciou que estaria desenvolvendo um programa de “incubadora” de blockchain na província de Hainan, na China. O comunicado de imprensa da Huobi observou que esse projeto de US$1 bilhão recebeu apoio dos mais altos níveis do governo chinês, com o comunicado especificando:

“É uma estratégia de nível nacional que o presidente Xi Jinping planejou pessoalmente, mobilizou pessoalmente e promoveu pessoalmente.”

A Huobi planeja ajudar a reforçar o desenvolvimento da blockchain fornecendo financiamento, consultoria, recursos e mão de obra para promissoras startups de criptomoedas baseadas na China. No entanto, a exchange observou que esse movimento também está sendo feito para ajudar a fortalecer a economia e o envolvimento da China em indústrias relacionadas às criptomoedas.

Apesar da já mencionada atitude negativa da China em relação às criptomoedas, tornou-se evidente que a China está planejando tornar-se um pilar no crescimento das indústrias relacionadas à tecnologia.

O crescimento do desenvolvimento de blockchain e o interesse da China não mostram sinais de desaceleração, com muitos analistas esperando que um “boom de blockchain” ainda maior chegue ao país nos próximos anos.

loading...
COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.