O avanço do mercado começou logo após as 21h de ontem, 11 de agosto (horário de Brasília), quando o preço do bitcoin passou os US$3.500, como mostram os dados do CoinMarketCap.

Coinmarketcap (BTC/USD)

Hoje, dia 12 de agosto, o preço se manteve por volta dos R$12.700, quebrando mais um recorde. Pouco antes o preço médio do bitcoin chegou a US$3.900, com um marketcap de pouco mais de US$62 bilhões. O preço do bitcoin não passa dos US$3.000 desde 12 de junho (leia matéria aqui).

O preço do bitcoin no Brasil também seguiu o movimento do mercado externo. No momento da postagem dessa matéria, o bitcoin está sendo negociado por R$12.870. Os dados são da bitValor, e essa é uma média das exchanges brasileiras. O preço máximo das últimas 24h foi de R$15.255, e o mínimo R$11.359. O volume diário está sendo de 1.558 BTC (pouco mais de R$16 milhões).

BitValor (BTC/BRL)

A alta já era esperada, após a Proposta de Melhoria do Bitcoin 141 (também conhecida como Segregated Witness ou apenas SegWit) pela equipe de desenvolvimento do Bitcoin Core. Nesta terça-feira, 8 de agosto, aproximadamente às 16h (horário de Brasília), o SegWit recebeu sinal verde e foi integrado ao código do Bitcoin. Logo após a integração, no dia 8 de agosto, o preço do bitcoin no mercado internacional subiu cerca de US$70 em poucos minutos chegando a ser cotado cerca de US$3.450.

Conforme a análise do Criptomoedas Fácil, do dia 9 de agosto, no gráfico diário podemos ver o preço numa grande onda 3 e indo buscar os 100% de extensão de fibonnaci, se você está comprado no momento não tem o que temer, basta seguir a tendência.

Hoje é um dia feliz na comunidade brasileira de Bitcoin. #Tothemoon

loading...