Início Mineração Pool de mineração estima que mais de 600 mil mineradoras de Bitcoin...

Pool de mineração estima que mais de 600 mil mineradoras de Bitcoin foram desligadas nas últimas semanas

339
0
Pool de mineração estima que mais de 600 mil mineradoras de Bitcoin foram desligadas nas últimas semanas

Entre 600.000 e 800.000 mineradoras de Bitcoin podem ter sido desligadas entre desde meados de novembro, em meio a quedas nos preços e na receita da rede, de acordo com o terceiro maior grupo de mineração do mundo.

Em entrevista à agência de notícias CoinDesk, Mao Shixing, fundador do pool de mineração de criptomoedas F2pool, disse que a estimativa vem de sua empresa leva em conta a queda total na rede e o poder médio de hash das máquinas de mineração mais antigas que estão tendo dificuldades para gerar lucros.

De acordo com dados da blockchain.info, todo o hashrate da rede do Bitcoin, que captura o poder de computação agregado na primeira blockchain do mundo, caiu de cerca de 47 milhões de tera por segundo (TH/s) em 10 de novembro para 41 milhões em 24 de novembro – um declínio de quase 13%.

Mao explicou que a maioria dos mineradores que podem ter interrompido as operações provavelmente são aqueles que usam modelos mais antigos, como o Antminer T9 + da Bitmain e o AvalonMiner 741 da Canaan Creative. Essas mineradoras têm um poder de hash médio de cerca de 10 TH/s e estima-se que estão perdendo dinheiro agora, de acordo com o índice de receita de mineradoras da F2pool.

De fato, o hashrate do Bitcoin na F2pool, que agora representa cerca de 11,4% do total da rede, também teve um declínio de mais de 10% nas últimas semanas, disse Mao.

“É difícil calcular um número preciso de mineradores conectados a nós que foram desconectados. Mas vimos dezenas de milhares deles [fecharem] nos últimos dias com base em conversas que tivemos com fazendas maiores com as quais estamos em contato regular”, disse ele, acrescentando:

“Isso é o que está acontecendo entre os mineradores na China.”

Em 20 de novembro, Mao compartilhou, por meio de sua conta de mídia social Weibo, uma foto de um homem empacotando peças de computador em caixas, com a legenda “desligar não é uma opção, agora é preciso vender por quilos”.

O post foi amplamente considerado como significando que até mesmo equipamentos de mineração de safra recente estavam sendo vendidos por quilo na China, mas Mao disse à CoinDesk que estava meio brincalhão quando escreveu, explicando:

“Os equipamentos de mineração vendidos por quilo são modelos mais antigos e obsoletos que não são mais utilizáveis. Então, as pessoas estão vendendo para reciclar [eles] como cobre em vez de para fins de mineração.”

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Compre e Venda Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Decred de maneira simples, rápida e segura !!CLIQUE AQUI