Início Notícias Poloniex, Binance e Coinbase anunciam suporte ao hard fork do Bitcoin Cash

Poloniex, Binance e Coinbase anunciam suporte ao hard fork do Bitcoin Cash

937
0
Poloniex, Binance e Coinbase anunciam suporte ao hard fork do Bitcoin Cash

O controverso hard fork programado para acontecer no próximo dia 15 de novembro na blockchain do Bitcoin Cash (BCH) vem ganhando força à medida em que se aproxima. No início deste mês, algumas das principais exchanges do mercado se pronunciaram a respeito do assunto.

A Poloniex, por meio de sua conta oficial no Twitter, anunciou o suporte ao fork levará à uma pausa nos depósitos de BCH na plataforma, conforme mostra o anúncio abaixo:

“Apoiaremos o próximo hard fork no Bitcoin Cash. Em 15 de novembro de 2018, faremos uma pausa nos depósitos e retiradas às 14:00 UTC e tiraremos um instantâneo de todos os saldos do BCH às 15:00 UTC. Quando a rede se estabilizar, faremos um anúncio e reativaremos os depósitos e as retiradas”, disse a exchange.

Outra exchange a se manifestar publicamente sobre o assunto foi a Binance, que também adotou medidas de cautela e segurança em relação à possível bifurcação da rede. A plataforma esclarece que também fará um snapshot (“fotografia”) dos saldos e impedirá saques e depósitos até que tudo esteja normalizado. A Binance reforça ainda que tudo em relação ao assunto está vinculado ao repositório bitcoincashorg no GitHub, que lista o conjunto de atualizações incluído no cliente ABC (a equipe que comanda o desenvolvimento no BCH).

“A Binance gostaria de confirmar o suporte para o próximo hard fork no Bitcoin Cash. Vamos tirar um snapshot de todos os saldos em Bitcoin Cash na hora UNIX 1542300000, 2018/11/15 4:40:00 PM (UTC). Os depósitos e retiradas de Bitcoin Cash serão suspensos a partir de 15/11/2018 3:00:00 PM (UTC). Por favor, deixe tempo suficiente para que os depósitos sejam processados ​​integralmente antes deste prazo. Cuidaremos de todos os requisitos técnicos envolvidos para todos os usuários que possuem Bitcoin Cash em suas contas Binance. Nós faremos um anúncio separado após a conclusão do snapshot para notificar os usuários quando os depósitos e saques para o Bitcoin Cash forem reabertos. Para mais informações, consulte o comunicado oficial no Bitcoin Cash 2018 Nov Upgrade“, diz o comunicado.

A posição da Binance é a mesma da Ledger, que declarou através de sua conta do Medium que estaria temporariamente parando a funcionalidade dos serviços de Bitcoin Cash até que o fork tivesse sido completado com sucesso.

“A Ledger suspenderá o serviço Bitcoin Cash até que fique claro qual dessas cadeias será estável, tanto técnica como economicamente. A razão para fechar o serviço durante esse tempo é evitar transações indesejadas (resultantes de ‘ataques de repetição’), causando possível perda de fundos e outros problemas potenciais que interagem com o Bitcoin Cash durante este período de tempo”, explicou.

Já Roger Ver, dono do portal de notícias Bitcoin.com, declarou abertamente que seu pool de mineração, sua carteira, seu explorador de blocos e outros serviços executarão apenas o cliente Bitcoin ABC. Quem também seguiu a linha de Ver foi a exchange norte-americana Coinbase, que divulgou um comunicado no qual esclarece que apoiará a cadeia do Bitcoin ABC vinculada ao bitcoincash.org.

“Duas vezes por ano, os forks de rede do Bitcoin Cash (BCH) são realizados como parte das atualizações de protocolo agendadas. O próximo hard fork do BCH está agendado para 15 de novembro de 2018, e a Coinbase está preparada para dar suporte ao roteiro publicado no site bitcoincash.org. No entanto, ao contrário dos forks anteriores, existe uma proposta concorrente que não é compatível com este roteiro publicado.”

Bifurcação na rede

Como tem mostrado o Criptomoedas Fácil, no dia 15 de novembro, a blockchain do Bitcoin Cash (BCH), provavelmente, será dividida em duas redes, gerando uma nova criptomoeda chamada Bitcoin SV (Satoshi Vision). A proposta de bifurcação é liderada por Craig Wright, da nChain. A proposta de Wright envolve, primeiramente, não aplicar as mudanças programadas pela equipe Bitcoin ABC, que coordena o desenvolvimento do Bitcoin Cash (versão 0.18.0), e, em seu lugar, implementar outras mudanças como blocos de 128MB e reintroduzindo os chamados “opcodes Satoshi” – OP_MUL, OP_INVERT, OP_LSHIFT e OP_RSHIFT – e mais que o dobro do número máximo de opcodes por script para 500 de 201. Wright lançou esta semana a versão 0.1.0 do SV que já está disponível no GitHub.

Além de Wright, a proposta de divisão na cadeia do BCH e a “criação” do Bitcoin SV tem apoio institucional e financeiro da CoinGeek, empresa de criptomoedas fundada pelo bilionário Calvin Ayre. A CoinGeek opera o segundo maior pool de mineração de Bitcoin Cash e atualmente responde por cerca de 26% dos blocos do BCH extraídos nos últimos sete dias. O SVPool, que recentemente foi lançado pela nChain através de um beta privado e ainda não foi aberto ao público, representa mais 3,5% do hashate. Desta forma, a bifurcação, até o momento, “roubaria” até 30% de hash do Bitcoin Cash (BCH).

Não está claro se, caso haja o hard fork e a divisão na rede, os detentores de Bitcoin Cash (BCH) receberão a quantia correspondente em Bitcoin SV, como ocorreu quando o mesmo evento afetou, no ano passado, o Bitcoin (BTC) e gerou o Bitcoin Cash e, posteriormente, outras criptomoedas como o Bitcoin Gold.

A proposta tem gerado tanto debate que até mesmo grandes nomes do ecossistema das criptomoedas que nunca estiveram ligados ao Bitcoin Cash, como Vitalik Buterin, por exemplo, disseram que a comunidade do BCH deve evitar qualquer tentação de se aliar à Craig Wright e deixar que ele “crie” sua própria criptomoeda que, para ele, deve ser chamada de Bitcoin Craig (BCC) em uma clara referência à fraude que foi a BitConnect (BCC).

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!