Início Notícias Polícia sul-coreana investiga a morte de coordenador de políticas relacionadas ao Bitcoin

Polícia sul-coreana investiga a morte de coordenador de políticas relacionadas ao Bitcoin

394
0

Durante últimos meses, as autoridades da Coreia do Sul pressionaram bastante o Bitcoin e as demais criptomoedas, ocasionando inclusive em grandes vendas por conta de suas ameaças de proibição de atuação das corretoras de criptomoedas. Recentemente, um dos homens que desempenhou um papel fundamental na coordenação nessa repressão foi encontrado morto.

Jung Ki-joon, chefe de política econômica do Escritório de Coordenação de Políticas Governamentais da Coreia do Sul, que tinha 52 anos, foi encontrado morto em sua casa neste último domingo, 18 de fevereiro. Os investigadores suspeitam que ele tenha sofrido um ataque cardíaco.

“Ele morreu por alguma causa desconhecida. Ele faleceu enquanto estava dormindo e seu coração já tinha parado de bater quando ele foi encontrado”, disse um porta-voz do governo, citado pelo The Wall Street Journal.

A Yonhap, agência estatal de notícias sul-coreana, informou que Jung estava sob imensa pressão desde o final do ano passado, quando foi encarregado de coordenar as opiniões de vários ministérios sobre a regulamentação das criptomoedas.

No início deste mês, o governo sul-coreano indicou ter mudado de opinião sobre a proibição das corretoras de criptomoedas e, ao invés disso, considerou uma nova estrutura para o licenciamento desses serviços. Assim como outros países, por exemplo o Japão, a Coreia do Sul tem como objetivo proteger os cidadãos contra os efeitos negativos da especulação da volatilidade do mercado de criptomoedas.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Compre e Venda Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Decred de maneira simples, rápida e segura !!CLIQUE AQUI