Início Notícias Pesquisadores dizem que a privacidade da Zcash é enfraquecida por certos comportamentos

Pesquisadores dizem que a privacidade da Zcash é enfraquecida por certos comportamentos

382
0

Pesquisadores identificaram padrões em certos tipos de transações da Zcash que enfraquecem seu anonimato, de acordo com um artigo publicado na última terça-feira, 09 de maio.

George Kappos, Haaroon Yousaf, Mary Maller e Sarah Meiklejohn descobriram que, quando as moedas mudam de “não blindadas” para “protegidas” e voltam para endereços “não blindados”, perdem muito do anonimato que os usuários da Zcash esperam. A equipe da University College London escreveu que suas “heurísticas relativamente simples, reduzem o tamanho do anonimato geral estabelecido em 69,1%”.

A Zcash, uma das moedas digitais com foco em privacidade mais proeminentes e bem consideradas do mercado, oferece dois tipos de endereços: os “endereços t” são transparentes ou não-protegidos, o que significa que seus saldos e transações são visíveis publicamente na blockchain e os “endereços z” são blindados, o que significa que seus saldos e transações são invisíveis.

As transações de um endereço não blindado para outro são completamente públicas, como ocorre na rede do Bitcoin. As transações de um endereço protegido para outro são quase completamente invisíveis, mostrando apenas os registros de data e hora e as taxas associadas à mineração.

As transações entre diferentes tipos de endereços introduzem complicações, no entanto, tornando possível obter algumas informações sobre os “endereços z” envolvidos, de acordo com o documento.

Parte do motivo é comportamental, explicam os autores. “Nossa heurística teria sido significativamente menos eficaz se os fundadores interagissem com a pool se comportassem de maneira menos regular”, escrevem eles.

“Em particular, ao sempre retirar o mesmo valor nos mesmos intervalos de tempo, tornou-se possível distinguir os fundadores retirando fundos de outros usuários.”

A razão para essas transações – e similares realizadas por mineradores – é que as moedas Zcash precisam passar pelo “pool protegido” de “endereços z”, antes que possam ser usadas para outra transação.

Os pesquisadores escreveram que eles alertaram os fundadores para este problema antes de publicarem suas pesquisas, o que eles adicionaram já levou a uma mudança de comportamento.

Em uma resposta, Zooko Wilcox, fundador da Zcash, e o diretor de marketing Josh Swihart parabenizaram a equipe da pesquisa, dizendo que:

“Convidamos outros cientistas para unirem-se a nós na investigação dessas questões que são importantes para o futuro da sociedade humana.”

Em relação à preocupação com a privacidade, o post disse:

“É importante entender o quanto de privacidade é perdido ao usar endereços protegidos como um mecanismo de passagem, mas usá-lo dessa maneira não é recomendado. Em vez disso, armazene seu Zcash em um endereço blindado.”

Além disso, Wilcox e Swihart disseram que as atualizações planejadas para o protocolo da Zcash – especificamente o hard fork Sapling – diminuiriam os riscos ao anonimato identificado no documento.

Atualmente, apenas uma minoria de transações é protegida, e muito menos são totalmente protegidas, com “endereços z” em ambos os lados. De acordo com o explorador do bloco Zchain, 85% das transações no último mês são totalmente públicas e apenas 0,6% estão totalmente protegidas.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.