Início Notícias Pesquisa da IBM aponta que a maioria dos bancos centrais emitiram uma...

Pesquisa da IBM aponta que a maioria dos bancos centrais emitiram uma moeda digital

811
0
Pesquisa da IBM aponta que a maioria dos bancos centrais emitiram uma moeda digital

De acordo com o artigo publicado pela Coindesk, uma nova pesquisa da IBM descobriu que a maioria dos bancos centrais pesquisados acredita que deve emitir uma moeda digital do banco central (CBDC, na sigla em inglês), embora permaneçam incertos se a blockchain pode fornecer benefícios de custo e eficiência suficientes.

O relatório divulgado nesta sexta-feira, 26 de outubro, e conduzido pela IBM e pelo OMFIF, um banco central independente, examinou opiniões de 21 bancos centrais entre julho e setembro sobre o tema CBDCs e a tecnologia de contabilidade distribuída.

Dos 21 entrevistados, 38% já estão testando uma CBDC para transações interbancárias, segundo a pesquisa. Embora a maioria dos entrevistados não esteja atualmente ativa no campo, o relatório disse que “a maioria dos entrevistados acredita que uma CBDC deve ser emitida pelo banco central”.

O relatório acrescenta que, ao criar uma moeda digital com valor igual à unidade padrão da moeda fiduciária, uma CBDC poderia ajudar a remover o risco de crédito e “garantir a estabilidade do valor do token”.

Dito isso, os entrevistados também compartilharam preocupações sobre se a tecnologia de contabilidade distribuída (DLT) pode cumprir sua promessa no campo, com blockchain sendo muitas vezes apontada como uma forma de aumentar a eficiência nas transações internacionais, bem como reduzir custos.

“61% dos bancos centrais disseram que uma blockchain pode não ser necessária, uma vez que eles observaram poucos ganhos de eficiência durante os testes, afinal a tecnologia ainda está em estágios iniciais de desenvolvimento”, afirma o relatório.

Enquanto isso, 76% dos entrevistados afirmam que permanecem incertos se “a tecnologia DLT conseguirá cumprir sua promessa, especialmente em áreas como regulamentação”, disse o relatório.

O relatório lista todos os casos existentes em que os bancos centrais estão testando vários projetos que usam DLT em transações internacionais, como o Projeto Casper, do Banco do Canadá, e o Projeto Khokha, do Banco da Tailândia.

Além disso, afirmou que “nenhum dos estudos de caso do banco central [DLT] examinados incluiu a possibilidade de reformar radicalmente seus sistemas de pagamentos no futuro próximo. A maioria está satisfeita com as atuais plataformas LBTR [liquidação bruta em tempo real]”, acrescentando:

“Os bancos centrais concluíram que os sistemas blockchain devem melhorar antes que possam superar as questões de escalabilidade e velocidade.”

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.