Início Notícias “Paciente zero” do Bitcoin diz que estágio atual da criptomoeda é como...

“Paciente zero” do Bitcoin diz que estágio atual da criptomoeda é como “1992 para a Internet”

822
1

Em uma entrevista para a agência de notícias Bloomberg, recentemente, Wences Casares, um dos primeiros adeptos ao Bitcoin (BTC) e fundador da startup de carteira de Bitcoin Xapo, disse que a principal criptomoeda do mercado pode levar anos para ter sucesso.

Durante a entrevista, Casares argumentou que o BTC é um “experimento intelectual” e que pode levar vários anos até que ele seja bem-sucedido. “Pode funcionar, pode não funcionar”, disse Casares, observando que o Bitcoin está em seus estágios iniciais e que “estamos no equivalente à 1992 para a Internet”. No entanto, Casares sugeriu que a probabilidade de sucesso ainda é maior do que o contrário.

Casares, nascido na Argentina, tem sido chamado de “paciente zero” do Bitcoin por servir como um catalisador para o interesse do Vale do Silício pela criptomoeda nascente. Em 2014, Casares estabeleceu a Xapo, uma empresa que oferece uma carteira de Bitcoin combinada com armazenamento offline e um cartão de débito baseado em BTC.

Casares previu que levará pelo menos sete anos para determinar se o BTC é bem-sucedido e, se o fizer, o BTC se tornará um padrão global não político de valor e liquidação. Casares afirmou:

“Precisamos de um padrão de valor não-político e não temos um. Então um mundo em que nós [vemos] é um mundo [no qual] quando você pede o preço da lira turca, você recebe um preço em Bitcoins, quando você pede o preço do barril de petróleo, você ganha um preço em Bitcoins.”

Notavelmente, o defensor do Bitcoin disse que não substituirá as moedas fiduciárias pois “isso não faz sentido”. Ele acrescentou que a ideia de que uma blockchain pode “mudar a ideia de um ativo, que já deriva seu valor de uma autoridade central […] é realmente sem sentido”.

Casares já proclamou sua visão do BTC tornando-se um padrão de valor apolítico. No ano passado, Casares previu que o preço do BTC “atingiria US$1 milhão em 5 a 10 anos”.

Em relação à blockchain, Casares afirmou em janeiro que eventualmente haveria uma única blockchain “robusta” para movimentar valor globalmente. Para Casares, o futuro das criptomoedas está na cooperação em torno de uma blockchain singular e robusta e, em sua opinião, o BTC é o mais provável de ser a blockchain de escolha.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!