câmara

O assunto do momento na câmara é a extinção do dinheiro em espécie com a discussão do – Projeto de Lei 48/ 2015. A ideia do surgimento desta lei, objetivamente é colocar um fim  na produção, circulação e utilização do dinheiro em espécie (notas e moedas), e no lugar colocar novas opções digitais para realização de transações financeiras.

Será definitivamente o momento da era das moedas digitais, como o bitcoin e as criptomoedas? Será a hora de começar a colecionar as cédulas de Real? Agora que o acesso às carteiras digitais estarão ainda mais presentes no dia a dia das pessoas, graças à massificação do acesso à internet? Vamos tentar entender melhor o cenário que esperamos pela frente.

Esta é uma notícia que já era esperada, só não sabíamos quando. Em janeiro deste ano noticiamos aqui no portal Criptomoedas Fácil que o Prêmio Nobel de Economia, Joseph Stiglitz, acreditava que deveríamos eliminar o dinheiro em espécie e começar a usar moedas digitais. Ainda é bom lembrar que a Câmara dos deputados também criou uma comissão para regulamentar o bitcoin no Brasil.

Já o projeto de hoje (terça-feira dia 11 de julho) foi discutido pela Comissão de Defesa do Consumidor.

O maior objetivo do projeto de Lei em questão, é discutir o uso de novos meios de pagamentos como: Cartões, carteiras eletrônicas, e moedas digitais.

De acordo com José Carlos Araújo (PR-BA), a discussão se mostra necessária no cenário atual econômico. Até porque a questão discutida é de grande relevância devido aos impactos na economia em si, atingindo as relações de consumo de dentro e fora do país.

Na discussão de hoje alguns representantes do mercado financeiro do Brasil estiveram presentes. Os principais participantes foram o Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles; o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim; o Ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira; Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn; Presidente da Confederação Nacional  das Instituições Financeiras (CNF), Sérgio Agapito Lires Rial; e para finalizar o time que discutiu o projeto, o Presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Murilo Portugal Filho.

As moedas digitais e a extinção do dinheiro em espécie, foram os tópicos mais conversados na sessão de hoje, até porque a pretensão é que as moedas digitais entrem no lugar do dinheiro em espécie, para sua utilização em pagamentos, compras e investimentos.

Enquanto as atualizações do resultado da sessão discutida na câmera hoje não são divulgadas, conheça melhor em nosso site sobre o fim do dinheiro em espécie, o uso das moedas digitais, como comprar bitcoin, investir e como utilizar até pagando boleto.

Nota de atualização:

A Comissão de Defesa do Consumidor cancelou a audiência pública que faria nesta terça para discutir o Projeto de Lei 48/15, do deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), que pretende pôr fim à produção, circulação e uso do dinheiro em espécie e determina que as transações financeiras se realizem apenas por meio do sistema digital.

A audiência ainda não foi remarcada.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Fonte: Agência Câmara Notícias.

loading...