Início Notícias Microsoft foca em produtos que darão maior controle aos consumidores sobre seus...

Microsoft foca em produtos que darão maior controle aos consumidores sobre seus dados pessoais

192
0
Microsoft foca em produtos que darão maior controle aos consumidores sobre seus dados pessoais

Segundo uma publicação da agência de notícias Coindesk, a Microsoft está tentando transformar a identidade descentralizada baseada em blockchain de uma aspiração elevada para uma linha de negócios.

Em um white paper publicado na última semana, a gigante de software diz que pretende desenvolver dois produtos projetados para dar aos consumidores maior controle sobre seus dados pessoais – o Santo Graal de muitos tecnólogos no setor de blockchain e indústrias adjacentes.

Um desses produtos é um armazenamento de dados pessoais criptografados, ou “hub de identidade”, que é uma combinação de dispositivos pessoais do usuário e armazenamento na nuvem que a Microsoft ofereceria através do Azure, seu serviço de computação em nuvem.

Embora poucos detalhes sejam fornecidos, a ideia geral é que os consumidores poderiam armazenar informações de identidade neste hub e sua permissão seria necessária para terceiros poderem acessá-las. Isso contrasta com o status quo, em que os dados são mantidos em inúmeros terceiros e obtidos regularmente sem o conhecimento do usuário, e muito menos consentimento.

O outro produto que a Microsoft diz que pretende construir é um “aplicativo parecido com uma carteira” que as pessoas poderiam usar, entre outras finalidades, para gerenciar essas permissões para seus dados, incluindo a possibilidade de revogá-las quando desejado.

Notavelmente – e é aqui que entra a blockchain – ambos produtos se baseiam nos fundamentos dos identificadores descentralizados (DIDs), uma especificação desenvolvida sob os auspícios da World Wide Web Foundation (W3C).

Visto por muitos na comunidade de registro de dados como um avanço, os DIDs não exigem uma autoridade central porque estão registrados ou “ancorados” em um livro distribuído ou em outro sistema descentralizado. Isso significa que, ao contrário dos identificadores tradicionais (pense em um número de telefone ou em um identificador do Twitter), um DID está sempre sob o controle do usuário, muito do modo como um usuário de criptomoedas tem domínio sobre seu dinheiro.

Além disso, o documento revela que a Microsoft está desenvolvendo uma implementação de código aberto de DIDs que funcionam como uma segunda camada em cima de várias blockchains. Um pouco como a Lightning Network do Bitcoin pretende permitir um alto volume de pagamentos de baixo valor na criptomoeda, reservando a blockchain para liquidação final, a camada dois para identidade está sendo “projetada para uso em escala mundial”, diz o documento.

O objetivo desse projeto (ao qual a Microsoft está se referindo internamente como “side trees”) é “estabelecer um ecossistema unificado e interoperável, no qual os desenvolvedores e as empresas possam confiar para construir uma nova onda de produtos, aplicativos e serviços”.

Embora a Microsoft não tenha estabelecido um cronograma para nenhum desses projetos, esses movimentos sugerem que a empresa está intensificando seu investimento em “identidade própria”, além de sua participação anteriormente relatada na Fundação de Identidade Descentralizada (DIF) como membro fundador.

“Toda pessoa tem direito a uma identidade que possui e controla”, declara o documento.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!