Mercado P2P bate recordes de volumes em países da América do Sul

De acordo com dados da Coin.dance, ferramenta de análise do mercado cripto, nas últimas semanas, os mercados da Localbitcoins, plataforma de negociação de criptomoedas peer-to-peer(P2P), de vários países da América do Sul produziram um volume recorde.

Durante a semana de 26 de maio, o mercado da Localbitcoins do Peru quebrou o seu recorde anterior de 80 BTC (com data de dezembro de 2015) após produzir 106 BTC em uma única semana. Os mercados então produziram 88 BTC em negociações durante a semana seguinte, do dia 2 de junho.

Em relação à moeda fiduciária, na semana de 26 de maio, foram negociados 2,7 milhões em PEN (aproximadamente US$830 mil).

O mercado da Localbitcoins do Chile produziu a maior alta de todos os tempos, para o volume de negócios quando combinados com moeda fiduciária. A primeira semana de maio registrou quase 234,4 milhões em pesos chilenos (aproximadamente US$370 mil) sendo negociados em Bitcoin via plataforma.

A Localbitcoin da Venezuela estabeleceu um novo recorde de alta das atividades comerciais semanais pela 12ª vez em 14 semanas. No entanto, o estabelecimento contínuo de novos registros de volume é um testemunho da intensidade da hiperinflação que está acontecendo na Venezuela, ao contrário de ser um indicativo de um aumento repentino significativo na demanda venezuelana por Bitcoin.

Durante a semana de 2 de junho, aproximadamente 6,9 trilhões de bolívares (cerca de US$3,75 milhões) foram comercializados nos mercados P2P da Venezuela, com 529 BTC – o que o tornou o décimo terceiro maior volume na história dos mercados ao medir o número total de Bitcoins que foram negociados.

loading...
COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.