brasil

Se havia necessidade de termos mais uma prova do grande interesse que o bitcoin está despertando nas pessoas, está aqui: o site do Mercado Bitcoin superou a quantidade de acessos da XP Investimentos, a principal corretora de investimentos tradicionais do país.

A informação foi coletada no Similarweb, site que analisa o tráfego de diversos sites ao redor do mundo, e mostra o comparativo entre os acessos nas duas empresas.

Tal feito se torna ainda mais notável quando comparadas as duas empresas: o Mercado Bitcoin possuía menos de 10 funcionários no início do ano (possui 40 atualmente), e tem apenas uma sede. Já a XP possui cerca de 700 funcionários, escritórios espalhadas no país inteiro, dezenas de corretoras cadastradas e, além disso, possui pesados investimentos em marketing.

Em entrevista ao Estadão, o CEO do Mercado Bitcoin, Rodrigo Batista, contou sobre o crescimento acelerado da empresa:

Ano passado o Mercado Bitcoin movimentou cerca de R$ 100 milhões em operações e esse ano já ultrapassamos R$ 1 bilhão. A expectativa é chegar até o final de 2017 com R$ 2,5 bilhões movimentados e 700 mil clientes.

O alto crescimento demonstra o espaço que o bitcoin tem para se desenvolver como um investimento acessível para a população brasileira. Se levarmos em conta que, no Brasil, a porcentagem de investidores em Bolsa de Valores não chega a 5% da população, e o investimento em bitcoin é muito menos custoso e burocrático do que em ações, podemos prever um grande potencial de crescimento para este mercado nos próximos anos.

loading...