Início Blockchain Mastercard registra patente para blockchain multi-moeda

Mastercard registra patente para blockchain multi-moeda

415
0
Mastercard registra patente para blockchain multi-moeda

Segundo a Coindesk, a Mastercard ganhou uma patente para um sistema proposto que permitiria o lançamento de diferentes tipos de blockchains – incluindo aquelas que suportam múltiplas moedas.

Publicada nesta terça-feira, 09 de outubro, pelo Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos, a patente explica que um grupo ou empresa pode precisar armazenar diferentes tipos de informações de transações em uma única plataforma – algo que atualmente é difícil de fazer em uma única blockchain.

Para combater esse problema, a Mastercard descreve como um método específico de geração de blocos para uma blockchain autorizada pode garantir que blocos diferentes armazenem diferentes tipos de informações.

O documento, que foi arquivado pela primeira vez em julho de 2016, explica que “os registros de transações armazenados nos blocos que compõem uma blockchain geralmente precisam ter o mesmo formato e incluir os mesmos tipos e, às vezes, tamanhos de dados”.

No entanto, “no caso de uma entidade que deseja usar vários tipos de blockchains, como uma blockchain diferente para várias moedas diferentes”, essa fonte pode precisar executar várias plataformas blockchains, o que exigiria uma grande quantidade de poder de computação .

A patente continua explicando:

“Há uma necessidade de uma solução tecnológica para fornecer uma blockchain particionada capaz de armazenar vários formatos e tipos de transações em uma única blockchain, reduzindo os recursos computacionais e a capacidade de processamento necessários para a implantação e operação da blockchain, além de fornecer recursos aprimorados, como o uso de permissões para blockchains autorizadas.”

A patente acrescenta que uma blockchain apropriadamente particionada pode receber informações sobre tipos de transação de diferentes dispositivos de computação. Cada partição, referida potencialmente como uma “sub-rede” pela patente, armazenaria informações sobre um tipo específico de moeda ou, de outra forma, manteria diferentes tipos de informações do que as outras sub-redes.

Entre as empresas financeiras, a Mastercard tornou-se um prolífico arquivador de patentes propostas, todas desenvolvidas em vários casos de uso da tecnologia blockchain.