Início Notícias Mania de hard forks do Bitcoin pode resultar em 50 novas moedas

Mania de hard forks do Bitcoin pode resultar em 50 novas moedas

752
1

De acordo com Lex Sokolin, diretor global de estratégia da Autonomous Research, fornecedor independente de pesquisa de empresas financeiras por todo o mundo, outros 50 novos hard forks poderão acontecer na rede do Bitcoin somente neste ano. Durante 2017, ocorreram 19 bifurcação na rede da moeda digital.

Depois do Bitcoin God lançado mês passado e do Bitcoin Pizza ter surgido neste mês, o Bitcoin Private está prestes a anunciar a sua data de lançamento. Estes são apenas alguns exemplos da crescente medida denominada hard fork. Trata-se de uma bifurcação na rede do Bitcoin, na qual os desenvolvedores “clonam” o software da moeda digital e lançam-o com um novo nome, uma nova moeda digital e possivelmente alguns novos recursos. Muitas vezes, a ideia por traz pode ser simplesmente capitalizar a popularidade do Bitcoin com o intuito de ganhar dinheiro através de uma nova moeda.

A quantidade de hard forks previsto poderia ser ainda maior, de acordo com um artigo publicado pela Fortune, revista norte-americana. O Forkgen é um site que permite que qualquer pessoa com habilidades de programação mínimas lancem um “clone” do Bitcoin. Em um tuíte de 14 de janeiro, o gerente de fundos de investimento multimercado, Ari Paul, previu que mais de 10% do valor atual do Bitcoin e do Bitcoin Cash irão residir em novos ramos.

Os motivos por trás dos esforços das divisões na rede do Bitcoin variam. Alguns investidores tentam de fato melhorar o Bitcoin, outros buscam apenas uma forma rápida de lucrar. Os desenvolvedores geralmente determinam que uma parte das novas moedas geradas no fork serão geradas na pós-mineração. No entanto, os preços não são necessariamente duradouros.

“Infelizmente, a maioria dos projetos baseados em hard forks que existem atualmente são mais uma moeda digital qualquer”, disse George Kimionis, diretor executivo da Coinomi, uma carteira digital que permite que os donos de Bitcoin coletem suas novas moedas provenientes dos forks. “Olhando para o passado, percebemos que eles eram apenas medidas promovidas por investidores que estavam cegos pela possibilidade de aumento de preço consideravelmente, ao invés de tentativas honestas de contribuir com o ecossistema da blockchain”, completou Kimionis.

A vantagem principal para um hard fork é se aproveitar da base de investidores do Bitcoin. Todas aquelas pessoas que tiverem Bitcoin são elegíveis a obter a nova moeda digital originada após a bifurcação na rede, embora o processo para o resgate dela não seja sempre tão simples, permitindo que a nova moeda já surja com um número grande de usuários. A maioria das moedas provenientes de hard forks é lançada com um mínimo de reconhecimento, afinal a palavra “Bitcoin” geralmente faz parte do seu nome. Por exemplo, o Bitcoin Diamond, que surgiu com um preço forte, porém não durou por muito tempo.

“Os hard forks na rede do Bitcoin são uma espécie de nova moeda alternativa”, disse Rhett Creighton, que está trabalhando no próximo fork denominado Bitcoin Private. “Nós vamos ver agora um monte de hard forks na rede do Bitcoin. E eles vão começar a substituir algumas das centenas de altcoins. A Bitcoin Private promete oferecer mais recursos de privacidade que o Bitcoin original”, disse ele.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.