Início Notícias Liquid Network: Blockstream está desenvolvendo uma nova sidechain

Liquid Network: Blockstream está desenvolvendo uma nova sidechain

234
0
Liquid Network: Blockstream está desenvolvendo uma nova sidechain

Durante algum tempo, tem ocorrido uma grande especulação sobre como a rede do Bitcoin poderia ser ampliada para lidar melhor com a concorrência crescente de tokens como Ripple e Tron. Recentemente, a Lightning Network do Bitcoin foi lançada em meio à muita pompa e grandes expectativas. Mas há outra empresa empenhada em revolucionar completamente a forma como o Bitcoin realmente funciona.

A visão da Blockstream

A Blockstream é uma empresa que se especializou em projetos de desenvolvimento de blockchain e está trabalhando em uma nova sidechain para o Bitcoin desde 2015. Após a fundação da empresa em 2014, foi anunciado o início do projeto The Liquid Network em 2015. O projeto foi lançado oficialmente em 2017 por Joseph e Mow Weinberg, da Paycase. O objetivo do projeto é facilitar as operações de liquidez entre corretores e plataformas de troca que lidam com Bitcoin.

A Blockstream afirma que a Liquid Network é uma sidechain do Bitcoin que permite um processamento mais rápido de transações. Ela vem com vantagens adicionais em segurança de dados e confidencialidade do usuário. Esse é o tipo de ambiente operacional que a maioria das pessoas quer, e isso significa que a rede, e o Bitcoin em particular, podem colher os benefícios em um futuro próximo. Um desses benefícios seria a adoção em massa e endosso por várias instituições financeiras influentes.

Quem faz parte?

De fato, algumas instituições muito estáveis já estão usando a Liquid Network. Estas incluem exchanges como Bitfinex, OKCoin, Six Digital Exchange e BitMEX. Além disso, grandes instituições corporativas como a Atlantic Financial, a Bitmax, a Crypto Garage, a Bitbank, a Altonomy, a Unocoin, a Buull Exchange e a Zaif. No momento, a rede acomoda cerca de 23 empresas.

A Liquid Network funciona permitindo que os usuários convertam os Bitcoins na moeda nativa da rede, denominada Liquid Bitcoin (L-BTC), que está atrelada aos tokens reais do Bitcoin. Isso, por sua vez, permite um processamento de transações mais rápido dentro da rede, ao mesmo tempo em que associa os benefícios extras de segurança e confidencialidade. Nesse sentido, a Liquid Network parece ótimo e muito bem-vindo a muitas instituições financeiras globais, especialmente para as exchanges.

Blockstream Wallet

Além de lançar a Liquid Network, a Blockstream está planejando lançar uma carteira específica para a plataforma que será usada apenas para as transações. A GreenWallet da Blockstream é o endereço Bitcoin da empresa que também suporta a L-BTC. Trezor e Ledger, que são basicamente provedores de carteiras de hardware, também planejam adotar a tecnologia em seus dispositivos.

Falando ao CoinDesk, Mow disse que a rede tem o potencial para lidar com uma fração significativa do total de transações do BTC. A Blockstream continuará a colaborar com várias carteiras e bolsas de criptografia para pressionar pela adoção em larga escala da nova tecnologia. A Blockstream é a primeira empresa a desenvolver uma sidechain funcional do Bitcoin.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!