Início Notícias Ledger anuncia suporte para mais de 100 criptomoedas até 2019. Tron e...

Ledger anuncia suporte para mais de 100 criptomoedas até 2019. Tron e Zcoin são as primeiras

592
0
Ledger anuncia suporte para mais de 100 criptomoedas até 2019. Tron e Zcoin são as primeiras

A Ledger, uma das principais carteiras hardware do mercado, que inclusive vendeu mais de um milhão de dispositivos no ano passado, anunciou que adicionará suporte para mais de 100 criptomoedas até o final de 2019, segundo portal de notícias Coindesk. Nas primeiras terças-feiras de cada mês, novos ativos serão anunciados. Nesta semana, Tron (TRX) e Zcoin (XZC) foram adicionadas.

“Se quisermos atingir esses clientes [institucionais], não temos escolha. Nós temos que apoiar as criptomoedas top 100 do ranking no mínimo”, disse Eric Larcheveque, CEO da Ledger, citando que a empresa ampliou seu foco e quer integrar, em sua solução, serviços de custódia para fundos de hedge e outros grandes players.

Além disso, o presidente da Ledger, Pascal Gauthier, disse que trazer os grandes investidores tradicionais para o ecossistema das criptomoedas também aumentaria o valor do Bitcoin, mesmo que esses investidores acabem comprando outros ativos, afinal, a maior criptomoeda do mundo ainda é um dos maiores canais de liquidez do mercado.

“Nós realmente queremos integrar a quantidade máxima de criptomoedas. O Live [app] é o primeiro passo nessa direção, porque nos dará uma nova base, uma nova plataforma, onde poderemos adicionar o máximo de criptomoedas que quisermos. Eu diria que a principal motivação para a integração de novas criptomoedas, no final, vem das necessidades de nossos clientes corporativos”, disse Larcheveque.

No entanto, a Ledger tem duas linhas de negócios direcionadas a investidores institucionais. Uma delas é uma série de parcerias com organizações, como o Nomura Bank no Japão, que usa as ferramentas da Ledger para serviços de custódia total, mais parecido com um depósito tradicional. O outro é chamado de Vault, uma solução de custódia de nível corporativo para equipes de uma instituição, como operadores de um fundo de hedge, para autogerenciar cripto-ativos. Essa carteira com várias assinaturas é conectada a vários dispositivos hardware individuais para cada membro da equipe.

“Eles estão sendo seus próprios bancos, assim como na Nano S [carteira hardware da Ledger] você está sendo seu próprio banco como indivíduo”, disse Gauthier.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!