Início Notícias Irã afirma que criptomoeda do Telegram é uma ameaça à segurança nacional

Irã afirma que criptomoeda do Telegram é uma ameaça à segurança nacional

135
0
Irã afirma que criptomoeda do Telegram é uma ameaça à segurança nacional

Depois da Rússia, o Irã é o mais novo país a se posicionar contrário ao Telegram – mais especificamente à criptomoeda anunciada pelo aplicativo de mensagens mundialmente conhecido. Um oficial da lei alertou os cidadãos iranianos a não fornecerem qualquer tipo de apoio para o lançamento do token do aplicativo de mensagens instantâneas, o Gram.

Segundo o portal Bitcoin.com, as autoridades no Irã interpretarão qualquer cooperação com o Telegram e a emissão de seu token como “uma ação contra a segurança nacional” do país. A declaração partiu de Javad Javidnia, secretário da Força-Tarefa de Definição de Conteúdo Criminal do país.

Javidnia enfatizou que o ato de pessoas ou empresas promoverem tal apoio, além da classificação como ameaça de segurança, “será tratado como um rompimento com a economia nacional”. Citado pela agência de notícias locais Fars, e depois pelo jornal de língua inglesa Tehran Times, o funcionário também declarou:

“Um dos fatores mais importantes na proibição do Telegram foi a sensação de uma séria ameaça econômica por causa de suas atividades, ameaça que infelizmente foi marginalizada e negligenciada devido à agitação na atmosfera política do país.”

O Telegram vem desenvolvendo sua própria rede distribuída, intitulada Telegram Open Network (TON), para fornecer aos seus clientes um sistema de pagamentos digitais. Todos os usuários do Telegram receberão uma carteira TON, e os desenvolvedores da plataforma esperam transformar o Gram na “criptomoeda mais adotada do mundo”.

A companhia planejou uma oferta inicial de moedas (ICO) para o Gram no início deste ano, mas a ICO foi cancelada depois que o Telegram levantou US$1,7 bilhão de investidores privados. O site oficial da ICO confirmou o cancelamento e atualmente avisa os investidores que eles têm 31 dias para que as janelas de reembolso sejam fechadas. Os reembolsos emitidos agora somam mais de 97,7% do total levantado. A companhia planejava lançar o token ainda em 2018, mas não divulgou novas informações sobre o real lançamento.

O Telegram possui mais de 200 milhões de usuários ativos mensais em todo o mundo. O aplicativo tornou-se extremamente popular na comunidade global de cripto-entusiastas, bem como em jurisdições com extensos regimes de censura na Internet – como a Rússia e o Irã. Não é de se espantar que ambos países tenham receios de que o token da companhia faça sucesso e crie, além de um ambiente de troca de mensagens resistente à censura, um dinheiro igualmente resistente.

Compre e Venda Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Decred de maneira simples, rápida e segura !!CLIQUE AQUI