Início Notícias Investidor de Bitcoin é torturado e espancado em assalto na África do...

Investidor de Bitcoin é torturado e espancado em assalto na África do Sul

152
0
Investidor de Bitcoin é torturado e espancado em assalto na África do Sul

De olho na facilidade com que a tecnologia blockchain possibilita que enormes quantias de dinheiro sejam transacionadas em questão de minutos, criminosos estão assaltando investidores de Bitcoin de olho nas “fortunas cripto”. O empresário e conhecida figura no universo das criptomoedas no Brasil Rocelo Lopes, no passado, foi uma das vítimas de um caso do tipo, que envolveu o sequestro de um de seus familiares e no qual os criminosos pediam quantias absurdas para o regaste, que deveriam ser pagas em criptomoedas.

O caso mais recente aconteceu na África do Sul, na capital Johannesburg, quando um investidor de Bitcoin, conhecido apenas como Andrew, foi convidado por um grupo de pessoas a realizar uma palestra sobre criptomoedas, no entanto, o convite não passava de uma “isca” para conduzir o investidor à uma propriedade onde os criminosos o imobilizariam, com um pano embebido com droga para dormir, e o levariam como refém para outro local onde ele foi torturado e espancado até quase a morte.

O relato foi publicado no jornal Soweto Urban e revela que Andrew teve todas as suas roupas arrancadas e, como parte das torturas, os criminosos queimaram com ferro seu corpo e exigiram que a vítima transferisse dinheiro de sua conta no First National Bank (FNB), bem como a senha da carteira de criptomoedas. Andrew, em princípio, resistiu às ameças mas não suportou a pressão e pagou aos sequestradores mais de R 900 mil (rands), sendo cerca de R 800 mil (o equivalente a US$59 mil) em Bitcoin transferidos para a carteira de criptomoedas dos sequestradores e mais R 100 mil (o equivalente a US$7.200) para uma conta bancária vinculada aos criminosos.

Além dos valores, Andrew também perdeu R 3.000 (cerca de US$200) em dinheiro, dois iPhones e dois laptops. Quando o ataque foi concluído, ele foi vendado pelos sequestradores e levado para a Kliprivier Road, onde foi deixado. Ele está atualmente na  UTI do Alberton Union Hospital, onde está se tratando dos hematomas e das queimaduras por todo o corpo. O caso foi denunciado à polícia e a investigação está em andamento.

No início deste ano, Liyaqat Parker, empresário da Cidade do Cabo com 65 anos de idade, foi sequestrado e libertado apenas depois que sua família pagou 50 Bitcoins como resgate por sua liberdade. O empresário passou mais de 50 dias com os criminosos, tendo sido sequestrado sob a mira de uma arma, a caminho do trabalho.

Compre e Venda Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Decred de maneira simples, rápida e segura !!CLIQUE AQUI