Início Regulamentação Instituto de Pesquisa Blockchain de Don Tapscott pede clareza na regulação de...

Instituto de Pesquisa Blockchain de Don Tapscott pede clareza na regulação de criptomoedas

375
0
Instituto de Pesquisa Blockchain de Don Tapscott pede clareza na regulação de criptomoedas

“Os reguladores seriam sábios se evitassem a motosserra quando uma microcirurgia poderia resolver” quando trata-se da tecnologia blockchain, diz o autor Don Tapscott.

Tapscott, cofundador e diretor executivo do Instituto de Pesquisa Blockchain (BRI) – um think tank global multimilionário de blockchain – publicou um relatório na última quarta-feira, 08 de agosto, pedindo mais clareza regulatória sobre a blockchain e as criptomoedas. O relatório também relata as conclusões de uma mesa redonda realizada em maio sobre a regulação das criptomoedas.

De acordo com o artigo publicado pela agência de notícias Coindesk, o relatório identifica as quatro “questões centrais” da supervisão regulatória como falta de clareza regulatória, estatutos obsoletos, falta de diálogo entre reguladores e outras partes interessadas, bem como provedores de serviços financeiros e empreendedores da blockchain.

O relatório adverte claramente uma “inclinação canadense”, dado que a maioria dos cerca de 70 participantes era do Canadá.

Isso explicaria por que alguns dos principais itens são explicitamente voltados para um público canadense, com um dos itens de ação sendo “estabelecer um regulador nacional no Canadá”, destacando a falta de uma autoridade reguladora central de valores mobiliários no país.

Outras recomendações desse tipo no relatório incluem formar comitês de ação, encorajar grupos de interesses especiais e criar distinções mais claras entre os diferentes tipos de criptomoedas.

Todas essas recomendações, no entanto, parecem apoiar o sentimento de um maior grau de clareza quando trata-se de tecnologia blockchain, não apenas com funcionários do governo, mas com o público mais amplo também.

Tapscott explica:

“O novo petróleo da era digital são dados. Precisamos ajudar a educar o público para distinguir uma criptomoeda dos muitos resultados surpreendentes que as pessoas estão obtendo com blockchain, e o que eles podem fazer com uma identidade auto-soberana assegurada em um registro distribuídos.”

A pesquisa em andamento da BRI sobre o impacto da tecnologia blockchain na sociedade é apoiada pelas principais corporações e agências governamentais, como a Microsoft, a IBM, o Bank of Canada e, mais recentemente, a Salesforce.

Em fevereiro, foi relatado que a BRI estaria assumindo um novo projeto com uma das principais organizações do setor de tecnologia da Índia para ajudar os desenvolvedores do país a aprender mais sobre os casos de uso da tecnologia blockchain e estimular economias digitais mais fortes.