ICOs

As ICOs fraudulentas se tornaram um sério problema na China, com novas preocupações de que os participantes poderiam até pegar uma pena de morte, conforme a lei local.

Como alertamos na matéria “Bem vindo à era das ICOs”, o fenômeno das ICOs vem chamando a atenção do mercado de investimento, e pode ser um ótimo negócio. Porém como em qualquer meio, existem armadilhas e esquemas fraudulentos. Isso pode ter conseqüências terríveis para os investidores chineses mal informados.

Uma notícia cita duas exchanges chinesas, que emitiram alertas se distanciando do envolvimento com vendas de tokens em ICOs.

Enquanto informam que existem muitas ICOs verdadeiras e que são uma ótima opção de investimento, os avisos também servem alertar sobre possíveis fraudes e relembrar que tudo isso está correndo por fora da regulamentação.

A exchange BTC38 disse que “não irá mais listar nenhuma oferta de ICO“, mesmo que aparenta se legítima.

“É um dos princípios da BTC38 não ser a primeira plataforma a oferecer uma nova criptomoeda ou um novo ativo”, mensagem traduzida de um artigo no site oficial da exchange.

A mensagem foi repetida também pela Yunbi, que procurou reprimir projetos que solicitassem parcerias, pagando com o serviço, dos quais nenhum existe:

Recentemente o mercado de ICOs está extremamente aquecido. Alguns dos projetos de ICO solicitam uma ‘parceria com a Yunbi’, para anunciar seus projetos, que induzem os investidores em série.

A captação de recursos públicos não oficiais que não se limita estritamente às leis de finanças da China, pode acabar em sentenças de morte, tanto pelos investidores quanto com os possíveis organizadores da ICO.

O portal Criptomoedas Fácil lembra aos leitores que sempre realizem pesquisas detalhadas, antes de investir em uma empresa ou criptomoeda.

loading...