Início ICO ICO da MediChain segue até o final de Abril e abre uma...

ICO da MediChain segue até o final de Abril e abre uma oportunidade única de investimento

399
0

Os últimos meses mostraram uma alta instabilidade no mercado de criptomoedas. À luz dessa instabilidade, os tokens de utilidade, como o MediChain Medical Big Data Platform Token (MCU), capturaram o interesse dos entusiastas da tecnologia blockchain.

Ao contrário da compra de criptomoedas com a esperança especulativa unicamente baseada no aumento do valor da demanda, os tokens MCU têm um link direto com um provedor de serviços baseado em blockchain e portanto, embora os tokens sejam semelhantes às criptomoedas na sua escassez, também concedem ao detentor acesso a uma variedade de possibilidades inovadoras e estão conectados com um produto que irá interagir com a realidade como um todo. A MediChain lançou recentemente sua ICO e demonstrou como todo o seu ecossistema simbólico irá funcionar.

A idéia principal por trás da MediChain é criar um banco de dados eletrônico de registros médicos e de saúde (EMR/EHR) na blockchain, onde os registros dos pacientes podem ser armazenados de forma segura e acessíveis globalmente por pacientes, médicos e pesquisadores. Na esteira dos acontecimento com relação a escandalos com vazamento de dados, uma bandeira vermelha pode surgir para alguns nesta era do big data, a filosofia da MediChain  é que os registros médicos individuais são valiosos e pessoais – e, portanto, de propriedade explícita do usuário.

Todos os registros são anônimos na plataforma e todos os dados principais são mantidos fora da cadeia. Isso significa que, se eles optarem, poderão enviar suas informações médicas instantaneamente para qualquer provedor de serviços de saúde ou compartilhar anonimamente suas informações com a indústria médica para obter uma recompensa, afinal os dados são de total propriedade deles. Como resultado, a plataforma MediChain simplificará a conectividade de informações entre os prestadores de serviços médicos.

O Dr. Mark Baker, CEO da MediChain e inovador na área de blockchain, acrescentou que:

“Seja nas empresas farmacêuticas pesquisando ou testando novos medicamentos, companhias de seguros procurando tendências médicas ou pesquisadores médicos em busca de uma cura, há muitos usos para o big-data na saúde. Há também um mercado crescente de aplicativos de saúde para dispositivos móveis. O MediChain fornecerá um ponto central entre todos esses interesses e o beneficiário individual da área de saúde, conectando toda essa cadeia”.

É neste novo ecossistema de saúde em blockchain, onde o token MCU pode desempenhar um papel único e produtivo na pesquisa médica e na saúde individual. O token funcionará como a moeda da plataforma e terá vários usos. Por exemplo, consumidores de saúde individuais poderão ganhar tokens compartilhando suas informações como parte dos blocos no Big Data para pesquisadores, e eles poderão então gastar seus tokens para consultas médicas e serviços, entre outros.

Os prestadores de serviços de saúde poderão usar os tokens para pagamento de novos sistemas de informação e produtos de empresas farmacêuticas. Finalmente, os tokens permitirão que os inovadores da indústria adquiram novos dados e feedback dos consumidores para melhorar seus produtos. À medida que a indústria de serviços médicos começa a se globalizar, a MediChain estará na vanguarda deste futuro.

O ICO da MediChain começou em 1º de março de 2018 e está programado para encerrar em 30 de abril. Para obter mais informações sobre como a MediChain funciona e o token MCU, visite o site https://medichain.online .

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!