Início Notícias IBM e Maersk lutam por parcerias para sistema de logística baseado em...

IBM e Maersk lutam por parcerias para sistema de logística baseado em blockchain

357
0
IBM e Maersk lutam por parcerias para sistema de logística baseado em blockchain

Já é difícil conseguir que empresas que competem umas com as outras trabalhem juntas como uma equipe, mas é especialmente complicado quando um desses rivais é dono da equipe.

A gigantesca empresa de logística Maersk e a fornecedora de tecnologia IBM estão lutando com esse problema com a TradeLens, uma plataforma de tecnologia de contabilidade distribuída (DLT) para cadeias de suprimento.

Cerca de 10 meses atrás, o projeto foi desmembrado da Maersk (maior empresa de transporte de contêineres do planeta) em uma joint venture com a IBM. Mas, nesse período, a rede atraiu apenas uma outra operadora para a plataforma: a Pacific International Lines (PIL), uma das oito linhas de navegação na Ásia e a 17ª no mundo com base nos volumes de carga.

Como os envolvidos admitem, isso não é suficiente.

Em suma, a colaboração conjunta da IBM e Maersk precisa de mais portadoras. A plataforma foi projetada para que os rivais da Maersk atuem como “âncoras de confiança” e executem nós de blockchain completos na rede. Além disso, os grandes transportadores de mercadorias usam várias transportadoras de carga, e a proposta de valor envolve o gerenciamento de carga e estoque em todos eles.

Integrar outras grandes operadoras é uma condição absolutamente necessária para a TradeLens – como reconheceu Marvin Erdly, chefe da TradeLens na IBM Blockchain.

“Eu não vou medir as palavras aqui – precisamos inserir as outras operadoras na plataforma. Sem essa rede, não temos um produto. Essa é a realidade da situação”, disse ele à CoinDesk.

O problema é que as transportadoras rivais da Maersk estão preocupadas em aderir à plataforma em pé de igualdade. De fato, os chefes de duas transportadoras rivais, a CMA CGM (terceira maior em frota de navios e contêineres) e a Hapag-Lloyd (n° 5), descartaram publicamente a solução blockchain da Maersk e da IBM como inutilizável.

A TradeLens tentou resolver esse problema reformulando o acordo como uma “colaboração conjunta” em uma tentativa de parecer mais neutra do que a joint venture originalmente criada. Mas, a Maersk e a IBM têm direitos totais e iguais à propriedade intelectual (IP).

Erdly disse que um conselho consultivo do setor é uma das soluções de governança que farão a diferença e que o trabalho está em andamento para promover a igualdade na plataforma. Mas ele reconheceu as preocupações das empresas de transporte rivais, acrescentando:

“Obviamente, o fato da Maersk estar conduzindo isso é uma coisa muito boa e preocupante, porque eles são um grande participante do setor. Como você pode imaginar, isso será um fator.”

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!