Início Conteúdo Patrocinado HMS: uma comunidade de suporte mútuo com base na Blockchain que cria...

HMS: uma comunidade de suporte mútuo com base na Blockchain que cria seus próprios contratos de seguro

295
0

A Sociedade HMS é uma startup de apólices de seguros baseada na blockchain que aborda os principais problemas que vemos com segurança de dados. A Blockchain para as empresas de seguros é uma solução importante para esta preocupação do setor financeiro, mas infelizmente, não há aplicativos particularmente bem-sucedidos até o momento.

A HMS acredita que os contratos de seguros podem ser um grande mercado comercializável. A natureza do seguro é a segurança, e as seguradoras geralmente apresentam riscos ao armazenar dados. Os contratos inteligentes e a tecnologia Blockchain podem melhorar a eficiência operacional e a credibilidade deste setor.

Arthur, chefe de operações de produtos, afirmou:

“HMS (Hi Mutual Society) espera construir uma comunidade global de apoio mútuo com a blockchain. Em primeiro lugar, começando pelas empresas de clientes, a HMS lançará diferentes planos de seguros com base em diferentes cenários, como plano de saúde, planos de seguros pelo mau tempo e seguro contra desastres. Esses planos de apoio mútuo são semelhantes às apólices de seguro padrão, exceto que não são “resgatados rigidamente”.

Sobre a HMS Ethos

Para realizar o funcionamento da plataforma a HMS planeja criar o certificado Hi Mutual (HMC) como base para benefícios de associação e participação em apólices de seguros. Um usuário precisa completar um certo número de HMC antes de se juntar a um plano de seguro específico.

Os usuários que se juntam ao plano de seguros recebem partes iguais de outros usuários se a condição for desencadeada. Aqueles que já aderiram ao plano e tiverem o saldo HMC menor do que o requisito mínimo para um único pagamento, perderão temporariamente a adesão e os usuários finais terão acesso à plataforma através do DAPP.

A plataforma terá serviços como agrupar apólices de seguros, gerenciar conta, fazer o upload dos materiais necessários e participar da operação com a comunidade.

Os termos de negociação

A HMS planeja desenvolver uma plataforma de seguros permitindo que terceiros criem seus próprios contratos no ecossistema. Uma vez que o desenvolvimento do DAPP esteja concluído, a HMS abrirá o acesso ao seu código fonte e fornecerá um sistema unificado para o usuário, utilização do Token e outros módulos na plataforma. As empresas vinculadas ao sistema só precisam editar contratos inteligentes na plataforma de acordo com a lógica dos contratos.

Arthur acredita que a plataforma HMS baseada na blockchain oferece as seguintes vantagens em relação as empresas de seguros tradicionais ou plataformas centralizadas:

A HMS irá melhorar a credibilidade do sistema. Com base nos contratos inteligentes em conjunto com a blockchain, o número de usuários, lógica operacional e condições de lançamento de apólices de seguro serão abertos e transparentes e não podem ser modificados. Diferente de outras plataformas que podem ter seus dados, número de usuários e a quantidade total de dinheiro violados, a Blockchain ajuda a evitar completamente qualquer tipo de risco moral semelhante.

A HMS reduzirá os custos operacionais. Os contratos inteligentes da Blockchain poderão eliminar os custos de mão-de-obra desnecessários, automatizar o processo de adesão, pagamento, limpeza e outros processos para encurtar o ciclo de pagamento e melhorar a eficiência operacional.

Neste sistema todo o processo de pagamento se baseia em um contrato inteligente, a liquidação de crédito será realizada apenas nas a condições ideais e o ciclo de liquidação de crédito também será diminuído. A experiência do usuário do produto é muitas vezes afetada por disputas de reivindicações, queixas de que o usuário não informa o conteúdo do contrato ou não se encaixa na isenção de responsabilidade.

A empresa acredita que isso se deve principalmente a informações assimétricas e ocultas entre as duas partes, dos quais a investigação leva muito tempo e esforço para melhorar os custos operacionais das companhias de seguros, resultando em reclamações não processadas a tempo, o que reduz consideravelmente a experiência do usuário. Sob a aplicação da tecnologia blockchain, as informações do usuário serão protegidas e armazenadas da maneira mais justa, o que melhora a precisão e a eficiência do intercâmbio de informações entre as duas partes no ecossistema.

Na realidade, o problema com as empresas de seguros é que é difícil ser completamente on-line porque além de uma linha completa de seguros, como atrasos e custos de envio, os dados necessários para os pedidos extensivos como o de seguro de saúde não é digitalizado ou compartilhado.

A HMS resiste à privacidade e confidencialidade dos usuários. Antes da blockchain, as empresas centralizadas dominavam muitas informações sensíveis dos clientes no processo de subscrição e reclamações armazenadas em um servidor centralizado, que corre o risco de vazamento e ataque. A Blockchain pode resolver esses problemas, neste sistema a HMS criptografa os dados pessoais dos usuários na cadeia de blocos e usa a chave privada para autorizar o contrato inteligente.

Para a maior parte dos usuários a forma que a plataforma aborda a segurança é favorável para a diversificações de apólices de seguros e para atingir mais usuários. A HMS introduziu um sistema que permite que terceiros criem suas próprias apólices de seguros, que Arthur vê como oportunidades para expandir este setor para a plataforma, não só para seguro e suporte mútuo, mas também para os novos usuários introduzidos através da otimização desta experiência.

“Nos últimos dois anos, o número de seguros domésticos cresceu para cerca de 50 milhões, dos quais apenas alguns são usuários de seguros tradicionais e os novos usuários são trazidos pela otimização institucional. A tendência óbvia é que o Token pode ultrapassar os limites regionais de seguros, então acho que existe uma enorme base de potenciais usuários para o mercado de apólices de seguros. ” 

Atualmente existem dois modelos principais de lucro de plataforma, um é cobrar uma certa porcentagem das taxas geradas pela apólice e o outro é cobrar as empresas desenvolvedoras do suporte mútuo a taxa e o impulso inicial.

A HMS planeja lançou novos produtos comunitários em sua plataforma e um DAPP desde o dia 9 de março de 2018.

A equipe da HMS tem cerca de 15 pessoas atuando principalmente no desenvolvimento do produto e na operação da tecnologia. A equipe principal vem da empresa de tecnologia financeira QFund e da empresa de pagamentos Circle.

A equipe de Qfund é responsável pelo desenvolvimento e operações globais como membro inicial do núcleo no comitê de gerenciamento. Arthur tem 10 anos de experiência no produto e trabalhou para a Circle.

Para mais informações, acesse:

Site: https://hms.io 
Whitepaper: https://hms.io/Whitepaper_20180111.pdf 
Twitter: https://twitter.com/HMSCommunity?lang=pt 
Facebook: https: / /www.facebook.com/HMStoken/ 
Telegram: https://t.me/enhmsglobal

Aviso:  Este artigo é apenas para fins informativos, a informação não constitui aconselhamento de investimento ou uma oferta para investir. Criptomoedas Fácil não é responsável por qualquer conteúdo, produtos ou serviços mencionados neste artigo.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!