Início Notícias Grupo político nos Estados Unidos pede uso da blockchain nas eleições

Grupo político nos Estados Unidos pede uso da blockchain nas eleições

386
0
Grupo político nos Estados Unidos pede uso da blockchain nas eleições

O uso da tecnologia blockchain em processos de registros de informações, incluindo processos eleitorais, continua a ganhar adeptos ao redor do mundo. Após Serra Leoa realizar a primeira eleição utilizando a tecnologia, chegou a vez da maior economia do planeta também tirar proveito dela. Um movimento político nos Estados Unidos iniciou uma campanha que visa trazer diversas mudanças ao modelo de votação tradicional do país, bem como ao modelo financiamento das campanhas. Entre elas, encontra-se o uso da blockchain não apenas para o registro de votos, mas para mudar totalmente o sistema eleitoral e de apoio aos partidos.

Sistema bipartidário

Embora a política norte-americana seja composta por vários partidos, o grande destaque gira em torno dos dois maiores: o Democrata e o Republicano. Para fins de comparação, o sistema norte-americano funciona de forma similar ao campeonato espanhol de futebol, o qual apesar de possuir 20 times em sua primeira divisão, tem seu título geralmente ganho pelo Real Madrid ou pelo Barcelona. Na eleição norte-americana, o título corresponde aos cargos públicos, desde prefeitos até o presidente.

Porém, um dos vários partidos menores do país busca mudar este cenário. O Partido Indie, lançado recentemente em um festival interativo dentro da SXSW 2018 (ocorrida em Austin, Texas) defendeu o uso da tecnologia blockchain nas eleições locais. Segundo o partido:

“Acreditamos que todos os norte-americanos devem controlar diretamente a agenda política através do compartilhamento de ideias, tempo e dinheiro, e queremos aproveitar a tecnologia blockchain para permitir um sistema de financiamento de campanhas mais transparente e envolvente.”

O partido anunciou também a criação do Indie Token, uma ferramenta que, segundo a organização, tem como objetivo fornecer suporte a um processo mais democrático e transparente nas eleições do país, retirando poder dos partidos grandes e favorecendo o caminho dos menores.

Propostas

O Partido Indie lançou as suas propostas através de um comunicado de imprensa, na última sexta-feira, 16 de março. No texto, Jonathan Jenkins, fundador do partido deu mais detalhes sobre o objetivo do projeto:

“Nosso objetivo é construir um movimento que possa eleger candidatos de uma poderosa minoria entre os dois principais partidos políticos. No cerne do nosso movimento, está a criação de um mercado político impulsionado pelo Indie Token, uma nova criptomoeda que envolve eleitores, voluntários, doadores e apoiadores dos candidatos do Indie, que desejam combater o duopólio de dois partidos em todas as eleições norte-americanas. Além de aproveitar a tecnologia blockchain para abrir políticas e fornecer mais transparência, criaremos ferramentas físicas e digitais que impulsionarão nosso movimento.”

Jenkins também deu mais detalhes de como irá funcionar o token. O objetivo do criptoativo é permitir que os usuários possam apoiar financeiramente o partido. Segundo o comunicado, o uso do token será restrito aos eleitores que apoiarem o partido e seus candidatos, podendo fazer isso através de doações ou engajamento direto na campanha.

Um token específico para o uso em financiamento de campanhas políticas pode trazer algumas grandes vantagens. Assim como o uso da blockchain em eleições pode inibir fraudes, o uso de um token pode servir como uma maneira eficiente de controlar os fundos de campanha, evitando desvios de dinheiro, doações de caixa dois ou de fontes não declaradas, tornando o processo mais seguro, honesto e barato.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!