Início Notícias Governo da Índia considera a criação de token para passagens de metrô

Governo da Índia considera a criação de token para passagens de metrô

372
0
Governo da Índia considera a criação de token para passagens de metrô

Apesar da ampla “perseguição” que o Bitcoin e as outras criptomoedas enfrentam na Índia, o Governo Federal Indiano está considerando o lançamento de um token próprio que seria utilizado para determinadas transações financeiras, como para a compra de passagens para o transporte público.

Segundo a publicação da agência de notícias local DNA India, um comitê intergovernamental encarregado de estudar e propor um roteiro regulatório para o setor de criptomoedas também está examinando a usabilidade que tokens poderiam ter junto ao setor público. No entanto, nos planos do comitê não está sendo estudada a possibilidade deste token substituir a moeda fiduciária.

“O comitê está examinando se os tokens podem ser usados ​​para substituir cartões inteligentes, como cartões de metrô no setor público, para começar. Da mesma forma, no setor privado, eles podem ser usados em programas de fidelidade, como milhas aéreas, onde seu uso é limitado a comprar o próximo bilhete e não pode ser convertido em dinheiro”, disse um alto funcionário do Ministério das Finanças do país.

O Comitê Interministerial (IMC), que vem estudando as possibilidades das criptomoedas, foi formado pelo Ministério das Finanças no início de 2017 e inclui a autoridade tributária do país, o Departamento de Assuntos Econômicos da Índia (DoEA), e vários outros ministérios, juntamente com representantes do Banco Central da Índia e do Banco do Estado, maior banco do país.

O comitê foi encarregado especificamente de examinar o status das criptomoedas no país e no exterior, estudar os marcos regulatórios e legais adotados por outros países e examinar medidas para conter possíveis crimes cometidos com os ativos digitais, como lavagem de dinheiro, antes de propor um marco regulatório para o setor no país que hoje possui uma posição contrária ao ecossistema das criptomoedas tendo o Banco Central da Índia emitido uma circular, em abril de 2018, que obrigava todas as instituições financeiras regulamentadas, inclusive os bancos, a proibir serviços para todas as empresas de criptomoedas.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã