Início Blockchain Fujitsu inaugura Centro de Inovação em Blockchain em Bruxelas

Fujitsu inaugura Centro de Inovação em Blockchain em Bruxelas

471
0

A Fujitsu, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, também está aderindo a tecnologia blockchain com foco em IoT e nesta semana, anunciou a abertura do seu primeiro Centro de Inovação Blockchain na Europa, na cidade de Bruxelas, na Bélgica. O centro ressalta o compromisso da Fujitsu com a blockchain e outras tecnologias de contabilidade distribuída.

“Essas novas tecnologias estão revolucionando a forma como consumidores e empresas compram, vendem e distribuem bens e serviços. A tecnologia permite modelos de negócios completamente novos que podem ser implementados nos setores de serviços e manufatura.”, destacou o comunicado da empresa.

Segundo a Fujitsu, a tecnologia Blockchain pode ser usada em muitas áreas, dentre elas logística, cadeias de fornecimento e registros e funções públicas, como cadastro, documentos de identidade e os chamados “contratos inteligentes”, que asseguram a execução automatizada dos contratos.

Cidades Inteligentes

Uma área de especialização que a Fujitsu foca no seu Centro de Inovação é o uso da blockchain para desenvolver e implementar serviços de cidades inteligentes (ou Smart City no termo em inglês). O foco não está apenas na tecnologia em si, mas também em outros aspectos importantes que afetam as cidades do futuro, como fatores sociológicos e demográficos, organização social, viabilidade econômica e desafios ambientais. O Centro apoiará a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação de Bruxelas, bem como de outras cidades, promovendo projetos de empresas, de institutos de pesquisa e do setor sem fins lucrativos.
Na Alemanha, a Fujitsu também está intensamente envolvida com serviços, plataformas e infraestruturas relacionadas às tecnologias de contabilidade distribuída, bem como o uso de soluções baseadas em Tangle, como IOTA, especialmente em conexão com aplicativos da Indústria 4.0.

“Acreditamos que a tecnologia blockchain desempenha um papel significativo no desenvolvimento de cidades inteligentes. Atualmente, mais de metade da população do mundo vive em áreas urbanas. Até 2050, este número deverá subir para 66%. Essa tendência está levando a novos ecossistemas urbanos com muitos desafios – da segurança pública à infraestrutura, tráfego e moradia. As cidades precisam se adaptar a esses desenvolvimentos, tornando-se cidades inteligentes, que conectam as tecnologias de ITC com infraestruturas e arquiteturas para resolver desafios sociais, econômicos e ambientais.”, destacou Frederik De Breuck, diretor da Fujtisu.
COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!