Início Notícias França lidera regulação de criptomoedas no G20

França lidera regulação de criptomoedas no G20

1045
27
France's Finance Minister Bruno Le Maire speaks during a news conference at the G20 Meeting of Finance Ministers in Buenos Aires, Argentina, March 20, 2018. REUTERS/Marcos Brindicci

Durante as reuniões do G20 que ocorreram esta semana na Argentina, Bruno Le Maire, ministro da economia da França, que, ao lado de seus colegas alemães foi um dos que solicitaram a inclusão do tema criptomoedas na pauta do grupo, destacou a importância das criptomoedas para a economia global e salientou que a França irá iniciar o processo de regulamentação antes do G20, visando colocar a Europa na vaguarda da indústria da economia digital.

Le Maire destacou que as criptomoedas entraram na agenda do G20 por sugestão da França e da Alemanha.

“Eu gostaria de lembrar que até 6 meses atrás nunca havia tido um debate internacional sobre esta questão. Precisamos achar soluções porque estes criptoativos podem ser utilizados para diversos atos ilícitos, no entanto, acreditamos  firmemente que esta tecnologia no mercado financeiro é algo muito positivo para todos os países. Mas para isso, temos que ter uma regulação e a Europa vai liderar este processo.”

O ministro não descartou a possibilidade de criptomoedas emitidas por Bancos Centrais, uma proposta que tem avançado muito entre diversos países europeus, como Inglaterra, Suécia, Holanda, entre outros, serem uma solução para incluir as nações na nova economia digital. Porém, segundo ele, isto é uma proposta para o futuro e agora o foco tem que ser em regulamentar o setor.

“Eu acredito que o primeiro passo seja permitir que fintechs e tecnologias para o mercado financeiro desenvolvam se desenvolvam da melhor maneira possível, que é exatamente o core/núcleo da proposta franco alemã. Nós concordamos que os criptoativos podem ser algo muito interessante para todos. E nós – obviamente – estamos à favor da tecnologia blockchain, que pode prover um suporte muito bom aos ativos financeiros na Europa ou em qualquer lugar do mundo. Nós estamos à favor dessas tecnologias, mas queremos que essas tecnologias sejam seguras e por isso nós precisamos definir medidas muito claras para sua regulamentação”.

Segundo o ministro de finanças espanhol, Román Escolano, a Europa vai liderar o processo de regulamentação das criptomoedas e um grupo, fora do G20, já foi montado para discutir o tema e trazer propostas antes de Julho, data que o grupo dos 20 definiu para apresentar propostas práticas sobre o tema.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!