Início Notícias Fazenda de mineração de Bitcoin de US$50 milhões abre na Armênia

Fazenda de mineração de Bitcoin de US$50 milhões abre na Armênia

693
0
Fazenda de mineração de Bitcoin de US$50 milhões abre na Armênia

Uma nova instalação de mineração de criptomoedas foi aberta na Armênia no último dia 18 de outubro. A fazenda de US$50 milhões irá extrair Bitcoin e Ethereum usando 3 mil máquinas, de acordo com relatos da mídia local. Cerca de 120 mil mineradores serão adicionados nos próximos meses.

O projeto de mineração, liderado pela empresa armênia de investimento imobiliário Multi Group Concern e pela Omnia Tech International, registrada em Malta, foi oficialmente lançado na capital armênia de Yerevan nesta semana. O primeiro-ministro do país Nikol Pashinyan e empresários da China, Coreia do Sul e Emirados Árabes Unidos participaram da cerimônia.

Gagik Tsarukyan, um empresário e político armênio, que também é fundador e chefe do Multi Group, disse que a empresa gastou US$50 milhões na criação da instalação, incluindo a instalação de sistemas de refrigeração de nível industrial. O primeiro andar da fazenda foi projetado para um centro de negócios de tecnologia da informação que funciona 24 horas por dia, explicou ele.

De acordo com uma declaração anterior do diretor executivo da Multi Group Sedrak Arustamyan, a fazenda será operada pela Omnia Tech, uma entidade de mineração que oferece contratos vitalícios e pagamentos diários. A Omnia Tech disse estar em parceria com a Genesis Mining, uma fornecedora líder de criptomoedas.

“Também ajudaremos a Omnia Tech com o estabelecimento do Parque Tecnológico Financeiro e o centro de intercâmbio de dados na Armênia”, disse Arustamyan em abril. Robert Velghe, fundador da Omnia Tech, indicou na época que as duas empresas planejavam investir mais de US$2 bilhões em projetos de mineração na Armênia.

“Pretendemos criar aqui um centro baseado em blockchain para o desenvolvimento de novos projetos de informação, que transformarão a Armênia em uma plataforma de alta tecnologia”, disse ele.

Aumento global das operações de mineração de criptomoedas

A Armênia pretende criar seu próprio Vale do Silício, estabelecendo uma zona econômica livre que abrigará um centro tecnológico de última geração, disseram autoridades. A nova instalação de mineração, a primeira do país, chega em um momento em que vários países estão implementando e expandindo as tecnologias de blockchain. A Geórgia, vizinha da Armênia, montou sua primeira fazenda de mineração de Bitcoin há dois anos.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!