Bitcoin é uma moeda nascida na era digital. Ao usar Bitcoin pela primeira vez as pessoas devem ter uma idéia do que é e de como ele funciona. O dinheiro digital é diferente do que o mundo tradicional das finanças é usado. Ele oferece três valores fundamentais em que muitas moedas não podem alcançar: Descentralização, Open Source e rede Peer-to-Peer (P2P). No Criptomoedas Fácil estamos muito apaixonados pelo protocolo e queremos ajudá-lo a aprender ao longo do caminho.

1.Este FAQ está em constante desenvolvimento. Ajude a melhora-lo.
Ainda tem alguma dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários que respondemos.

2.Tem um amigo querendo saber mais sobre bitcoin? Compartilhe esse FAQ com ele.

Bitcoin: O que é e por que é importante?

Bitcoin também conhecido como moeda digital, dinheiro digital ou criptomoeda é uma rede que funciona de forma consensual onde foi possível criar uma nova forma de pagamento e também uma nova moeda completamente digital. É a primeira rede de pagamento descentralizada peer-to-peer (P2P ou de ponto-a-ponto) em que os próprios usuários  gerenciam o sistema, sem necessidade de intermediador ou autoridade central.

O protocolo Bitcoin também é limitado a 21 milhões de bitcoins, o que significa que não mais do que isso pode ser criado. Isto significa que nenhum banco central, indivíduo ou governo pode vir junto e simplesmente "imprimir" mais bitcoins quando convém a eles. Neste sentido Bitcoin é uma moeda deflacionária, e como tal é provável que cresça em valor com base nesta propriedade sozinho.

O universo Bitcoin está mudando rápido e frequentemente - para ficar à frente do "jogo" é necessário seguir as notícias quase de hora em hora e discutir os últimos eventos com outros membros da comunidade.

Confira nosso Guia definitivo da ideologia e estrutura da rede Bitcoin

Quem criou o Bitcoin?

Bitcoin é a primeira implementação de um conceito chamado de "criptomoeda", que foi descrita pela primeira vez em 1998 por Wei Dai na lista de discussão cypherpunks, sugerindo a ideia de uma nova forma de dinheiro que usa criptografia para controlar sua criação e as transações, ao invés de uma autoridade central. A primeira especificação do Bitcoin e prova de conceito foi publicado em 2009 em uma lista de criptografia por Satoshi Nakamoto. Satoshi deixou o projeto no final de 2010, sem revelar muito sobre si mesmo. A comunidade desde então tem crescido exponencialmente com muitos desenvolvedores trabalhando no Bitcoin. O protocolo e software Bitcoin são publicados abertamente (Open Source) e qualquer desenvolvedor em todo o mundo pode rever o código ou fazer a sua própria versão modificada do software Bitcoin. Assim como os desenvolvedores atuais, a influência de Satoshi limitou-se às mudanças que ele fez sendo adotada por outros. Como tal, a identidade do inventor do Bitcoin é provavelmente tão relevante hoje quanto a identidade da pessoa que inventou o papel.

O que é Blockchain?

No âmbito da moeda digital o blockchain é a estrutura de dados que representa uma entrada de contabilidade financeira ou um registro de uma transação.

Cada transação é digitalmente assinada com o objetivo de garantir sua autenticidade e garantir que ninguém a adultere, de forma que o próprio registro e as transações existentes dentro dele sejam considerados de alta integridade.

A verdadeira mágica vem, contudo, através do fato dessas entradas digitais de registro serem distribuídas entre uma implantação ou infraestrutura. Esses nodes (nós) e camadas adicionais na infraestrutura servem ao propósito de fornecer um consenso sobre o estado de uma transação a qualquer momento, pois todos esses nós e camadas têm cópias dos registros autenticados distribuídos entre eles.

O que é o Double Spending?

Double-Spending é o ato de usar os mesmos bitcoins duas vezes. Há apenas um limite de 21 milhões de bitcoins no protocolo e não mais pode ser produzido. Assim, a rede protege contra o gasto duplo pela verificação de cada transação gravada. O blockchain garante que as transações são finalizadas por suas entradas confirmadas pelos mineradores. As confirmações tornam legítima cada transações subsequentes do Bitcoin. Se alguém tentasse duplicar uma transação, as funções determinísticas dos blocos originais mudariam mostrando a rede que é falsa e não seria aceita.

Como o Blockchain é diferente de Sistemas Bancários?

A diferença é que o blockchain é completamente descentralizado e de código aberto. Isso significa que as pessoas não precisam depender ou confiar no banco central para acompanhar as transações. A tecnologia de blockchain peer-to-peer (P2P) qualquer usuário pode acompanhar todas as transações sem o medo de tê-las apagadas ou perdidas. Além disso, a cadeia de blocos, devido à sua natureza de código aberto, é mais versátil e programável do que os livros de contabilidade de bancos centrais. Isso é difícil para os bancos centrais por causa de todos os seus regulamentos e pontos centrais de falha.

O que é mineração de Bitcoin?

Mineração é o processo de usar capacidade de processamento de maquinas para processar transações, garantir a segurança da rede e manter todos participantes do sistema sincronizados. Pode ser considerado como o data-center do Bitcoin exceto que foi projetado para ser totalmente descentralizado, com mineradores em todos os países e nenhum em particular tendo controle sobre a rede. Este processo é chamado de "mineração" em uma analogia à mineração de ouro porque é um mecanismo temporário utilizado na emissão de novos bitcoins. Porém diferentemente da mineração de ouro, a mineração de Bitcoin provê uma recompensa em troca dos serviços essenciais para operar uma rede segura de pagamentos. A mineração ainda será necessária depois que o último Bitcoin for emitido.

Como e Onde comprar Bitcoins?

Você pode comprar seus bitcoins de empresas do tipo exchanges (como se fosse uma “casa de câmbio”), ou diretamente de pessoas (P2P). Ambos os modelos permitem que você transforme seus Reais/Dólares/Euros, enfim, seu dinheiro em espécie em bitcoins.

O Criptomoedas Fácil criou um tutorial para te ajudar a comprar seu primeiro bitcoin: [Tutorial] Como comprar Bitcoin?

Bitcoin é anônimo?

Bitcoin é designada para permitir aos usuários enviar e receber pagamentos com um grande nível de privacidade, assim como qualquer outra forma de pagamento. Entretanto, Bitcoin não é anônima e não pode oferecer o mesmo nível de privacidade que o papel moeda. O usuário da Bitcoin deixa uma extensiva lista de dados públicos. Vários mecanismo existem para proteger a privacidade dos usuários, e mais outros estão em desenvolvimento. Porém, ainda existe trabalho a ser feito antes que esses mecanismos sejam utilizados corretamente pela maioria dos usuários da Bitcoin.

Algumas preocupações foram levantadas de que as transações privadas poderiam ser usadas para fins ilegais com Bitcoin. No entanto, é interessante notar que o Bitcoin, sem dúvida, será submetido a regulamentos semelhantes que já estão em vigor dentro de sistemas financeiros existentes. Bitcoin não pode ser mais anônimo do que o dinheiro e não é susceptível de impedir investigações criminais de serem conduzidas. Além disso, o Bitcoin também é projetado para evitar uma grande variedade de crimes financeiros.

O que acontece se eu perder meu Bitcoins?

Infelizmente, uma vez que as chaves privadas forem perdidas, não há como recuperar. No entanto, a maioria das carteiras modernas, como Mycelium, tem carteira e backups principais que você pode construir antes de armazenar os bitcoins. Isso permitirá que você crie uma nova chave privada para que você possa restaurar em uma nova carteira se perdido.

O que é uma carteira (wallet) Bitcoin?

Se você já sabe e quer ver a lista de carteiras recomendadas, clique aqui . Existem diferentes tipos para atender diferentes necessidades e queremos listar as melhores opções para qualquer pessoa interessada em Bitcoin.

Como o nome sugere, uma carteira Bitcoin é uma aplicação que armazena, envia e recebe bitcoins. Você pode pensar nisso como se fosse uma carteira de couro cheia de dinheiro físico, e basicamente isso é tudo que você precisa para usar Bitcoin .

As carteiras mais comuns são baseadas em smartphone e usam a câmera do dispositivo para escanear os QR codes para salvar o usuário da necessidade de copiar / colar endereços Bitcoin longos. Outras pessoas têm versões de desktop ou usam carteiras baseadas em navegador. Para o utilizador final a interface é semelhante, embora a forma como funcionam e lidar com as chaves privadas (a 'chave' que permitem que você gaste o seu bitcoins) e a privacidade do usuário pode ser muito diferente.

Alguns aplicativos possuem recursos que agregam valor à sua experiência de uso do Bitcoin, como guias de negócios baseados na localização do Bitcoin, armazenamento seguro ou a capacidade de manter tokens digitais além do Bitcoin , como qualquer número de altcoins como a Jaxx.

Algumas carteiras têm servidores centrais, o que significa que os usuários têm que criar contas com um nome de login (geralmente um endereço de e-mail) e senha. Estes são menos privados e (se as informações de login e as chaves não estão protegidas adequadamente) podem ser vulneráveis ​​a hackers. No lado positivo, quando uma carteira centralizada é usada se um usuário esquece a sua senha normalmente é recuperável.

Outras carteiras armazenam todas as informações e chaves privadas no próprio dispositivo, algumas das quais geram chaves de carteira a partir de uma única frase de "semente" de cerca de 12 palavras. Se um usuário se lembrar da frase de semente, então a carteira pode ser restaurada em outro lugar se o dispositivo for perdido ou quebrado. Em contrapartida, se você esquecer a "semente" a carteira não pode ser recuperada.

Além de smartphones / aplicativos de desktop, você também pode comprar dispositivos de hardware especializados como Trezor e Ledger para manter suas chaves completamente offline, ou mesmo imprimir uma carteira em papel para mantê-los tão seguros contra hackers quanto possível. Estas são as melhores opções para usuários que possuem grandes quantidades de Bitcoin.

Os usuários Bitcoin agora têm uma ampla seleção de carteiras para escolher e as características melhoraram muito ao longo dos últimos dois anos. Mas com mais escolha vem a necessidade de mais cautela: fraudulentas carteiras Bitcoin começaram a aparecer que imitam a aparência de carteiras populares, mas são realmente malware que rouba os bitcoins. Tenha muito cuidado com a carteira que você está instalando, e veja nosso guia para carteiras populares que se mostraram confiáveis.

O que é um endereço Bitcoin?

Um endereço Bitcoin é uma longa seqüência de 27 - 34 números e letras que age de forma semelhante a um endereço de e-mail. O endereço permite que a Blockchain reconheça quando os bitcoins são enviados e recebidos. Esses endereços podem ser usados ​​por qualquer pessoa, de indivíduos a empresas a várias pessoas acessando o endereço, se desejado. Também é considerado mais seguro não reutilizar endereços, mas sim usar um novo endereço sempre que você envia e recebe bitcoins. Isso aumenta a privacidade de suas transações para um grau e ajuda a evitar o rastreamento público de seus fundos.

O que é uma chave pública?

Cada endereço Bitcoin contém uma chave pública e uma privada. A chave pública permite que outros enviem bitcoins para o seu endereço e verifica a assinatura da transação para garantir que tudo está em ordem e finaliza a transação. A chave privada, por outro lado, permite você  a ter acesso aos seus bitcoins e gastar. Ele faz isso assinando transações, o que informa à rede Bitcoin que você é realmente o proprietário do endereço no qual os bitcoins são mantidos e que a transação é válida. Quem detém a chave privada para um endereço Bitcoin é capaz de gastar o bitcoins que esse endereço detém, por isso, em uma analogia muito apropriado sua chave privada é essencialmente a chave para o cofre que está segurando seu bitcoins.

Como funcionam as transações Bitcoin?

As transações do Bitcoin são compostas por uma quantidade, uma entrada (endereço de envio), uma saída (endereço de recebimento) e chaves privadas. Um usuário simplesmente insere um endereço de recebimento e se a pessoa possui a chave privada associada aos bitcoins que eles estão tentando gastar a transação é enviada e verificada com a ajuda dos mineradores confirmando os blocos de transações dentro do Blockchain. O blockchain é um banco de dados de todas as transações gravadas desde o início do Bitcoin.

Como fazer uma carteira de papel (Paper Wallet) Bitcoin?

É um documento que contém cópias das chaves públicas e privadas que compõem a sua carteira. Muitas vezes, ele vai ter os códigos QR, de modo que você pode rapidamente digitalizá-los e adicionar as chaves em uma carteira de software para fazer uma transação.

O benefício de uma Paper Wallet é que as chaves não são armazenadas digitalmente em qualquer lugar, e não estão, portanto, sujeitas a ataques cibernéticos ou falhas de hardware.

Veja nosso guia para criar uma paper wallet.