Início Blockchain “Facebook” baseado em blockchain migra para a rede Ethereum para ser lançado

“Facebook” baseado em blockchain migra para a rede Ethereum para ser lançado

648
0

Segundo o artigo publicado pela agência de notícias Coindesk, a Minds, uma rede social baseada em blockchain, está migrando sua plataforma para a rede Ethereum.

Após cerca de quatro meses e meio em sua rede de teste Rinkeby, a startup mudará para o ethereum para ser lançada. A empresa afirma fornecer uma rede social acessível e resistente à censura para os usuários, especialmente aqueles em nações potencialmente autoritárias, de acordo com um comunicado de imprensa.

A plataforma já conta com cerca de 500 mil visitas diárias, disse o CEO Bill Ottman à CoinDesk. A plataforma também reivindica cerca de 1,25 milhão de usuários registrados, dos quais cerca de 75% já ganharam tokens de teste. Esses usuários estarão qualificados para receber o token da plataforma por meio de uma distribuição gratuita de “airdrop” como resultado.

“Esperamos um aumento geral nas transações, tanto on-chain quanto off-chain, devido à ativação de retiradas, compras e recompensas de tokens”, disse ele.

Ottman continuou dizendo que a equipe projetou um “modelo híbrido on-chain e off-chain” para garantir que o sistema possa lidar com o volume que a Minds está vendo e fornecer uma experiência de usuário simples para os recém-chegados ao universo das criptomoedas.

O modelo on-chain e off-chain também ajudará a plataforma a lidar com grandes volumes de usuários sem congestionar a rede Ethereum, de acordo com a empresa.

Os usuários podem pagar tokens para garantir que um número maior de pessoas veja suas postagens ou ganhe tokens interagindo com o conteúdo. Os usuários também podem usá-los para pagar criadores diretamente e inscrever-se em conteúdo premium.

Ottman disse que o caso de uso tem sido popular na rede de testes, prevendo que a plataforma descentralizada se tornará um dos aplicativos mais populares no Ethereum como resultado do lançamento.

O CEO antecipou algumas questões, dizendo que “a única interrupção será uma pausa de 24 horas nas transferências [peer-to-peer] entre os usuários por meio dos recursos do Wire e do Boost. Isso é necessário apenas para garantir que o airdrop para os usuários beta reflitam com precisão seu saldo inicial de ganhos até o momento.”

Elizabeth McCauley, desenvolvedora de negócios de blockchain e conselheira da Minds, disse no comunicado:

“Enquanto os governos reprimem a liberdade de expressão e associam-se a empresas centralizadas de vigilância de mídia social, [a Minds] oferece um refúgio para indivíduos que buscam um caminho para interação global e troca de ideias.”

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.