Início Notícias Exchange revela que o interesse das mulheres pela negociação de criptomoedas dobrou...

Exchange revela que o interesse das mulheres pela negociação de criptomoedas dobrou nos últimos seis meses

399
0
Exchange revela que o interesse das mulheres pela negociação de criptomoedas dobrou nos últimos seis meses

A London Block Exchange (LBX) é uma plataforma de criptomoedas do Reino Unido que oferece emparelhamento de libra esterlina (moeda oficial do Reino Unido) com múltiplas criptomoedas, incluindo Bitcoin (BTC), Ethereum Classic (ETC), Bitcoin Cash (BCH), Ethereum (ETH) e Litecoin (LTC). a LBX está localizadA no distrito comercial de Canary Wharf, em Londres, e também é um provedor de serviços de carteira eletrônica registrado na Financial Conduct Authority do Reino Unido.

Dados da exchange mostram que a quantidade de mulheres que pensam em investir em criptomoedas dobrou nos últimos seis meses. De acordo com as novas estatísticas, uma em cada oito mulheres, ou cerca de 13%, agora diz que possivelmente decidirá investir em criptomoedas, contra apenas 6% no final de 2017. A pesquisa de mercado da LBX também descobriu que esse crescente interesse feminino é particularmente verdade entre a Geração Y (ou millennials), como com uma em cada cinco mulheres millennials (20%) interessadas em investir.

Agnes de Roeyer, analista de negócios sênior da London Block Exchange, disse que:

“Ainda há um equívoco comum de que as criptomoedas são um jogo para homens, mas vimos centenas de mulheres se inscreverem em nossa corretora nos últimos meses e alguns dos investidores mais inspiradores e experientes, liderando o caminho na indústria, são do sexo feminino.”

As estatísticas da LBX também revelaram uma grande diferença na atitude em relação ao comércio de criptomoedas entre homens e mulheres. Em primeiro lugar, não houve crescimento significativo no interesse entre os homens nos últimos seis meses, em contraste com o mencionado acima. Em segundo lugar, descobriu-se que as mulheres tinham 50% menos probabilidade de sofrer de FOMO (medo de perder) do que os homens. Por último, as mulheres foram identificadas duas vezes mais propensas a pedir conselhos de amigos e familiares antes de investir, em contraste com os homens que dizem que preferem decidir sozinhos.

Em maio, a agência de notícias Bitcoin News publicou uma análise demográfica de pessoas negociando criptomoedas usando a rede de investimento social e corretora de múltiplos ativos, a Etoro, a qual revelou que as mulheres representam apenas 8,5% de participação de mercado em comparação com 91,5% dos homens. Embora possa haver outros fatores em jogo, essa pesquisa parece indicar que uma das razões para essa lacuna é que as criptomoedas são especialmente populares nas indústrias de tecnologia e finanças, ambos campos que sofrem com um grave desequilíbrio de gênero.

loading...
COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Garanta já sua vaga para o Block Summit SPCLIQUE AQUI