Início Notícias Exchange nacional promete dar até R$50 mensais para clientes em programa de...

Exchange nacional promete dar até R$50 mensais para clientes em programa de recompensas

357
0
Exchange nacional promete dar até R$50 mensais para clientes em programa de recompensas

De acordo com um comunicado de imprensa, a exchange brasileira OmniTrade iniciou suas operações em fevereiro e anunciou um programa de recompensas e bônus para quem indicar novos clientes à plataforma, com premiações feitas em moeda fiducária e que incluem, inclusive, um bônus R$50 todo mês.

Atualmente, a OmniTrade permite negociações em Bitcoin, Litecoin, Bitcoin Cash, Bitcoin Gold, Ethereum, Dash e Decred, todas no par BLR, porém, futuramente, a plataforma também pretende oferecer pares de negociação em IOTA e Bitcoin Private.

O programa rewards é simples, informa a exchange, “o usuário da plataforma pode indicar quantas pessoas quiser, desde que não estejam cadastradas na plataforma. O amigo ainda não cadastrado na OmniTrade que for indicado e se cadastrar através do convite é automaticamente filiado à conta do usuário que o indicou. Para ganhar o bônus, basta que os cadastrados atrelados à conta do usuário que o indicou tenham negociado um volume superior a R$5 mil em transações na exchange nos 30 dias anteriores ao aniversário de sua conta”, anuncia o comunicado.

Aniversário da conta é a data do mês em que a conta foi criada. A OmniTrade informa também que independente do programa de recompensas, a corretora está oferecendo taxa zero em todas as negociações para os 30 primeiros dias de uso da plataforma para todos os novos usuários, o que serve como um incentivo a mais, além do prêmio em dinheiro. Novas ações de engajamento e novas funcionalidades estão sendo desenvolvidas pela equipe da OmniTrade, sem prejuízo na segurança e na agilidade de suas transações.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã