Início Notícias Exchange japonesa quer pegar emprestado suas criptomoedas

Exchange japonesa quer pegar emprestado suas criptomoedas

698
0

Segundo artigo publicado pela Bitcoin News, agência de notícias especializada no universo cripto, outra exchange de criptomoedas japonesa aprovada pelo governo lançou um programa para emprestar criptomoedas de seus membros. A corretora procura empréstimos de 1 Bitcoin ou mais. Inicialmente, apenas o Bitcoin será emprestado, mas a exchange planeja adicionar outras criptomoedas, incluindo BCH, XRP, ETH e LTC.

O Bitbank é uma das 16 corretoras de criptomoedas totalmente licenciadas no Japão. Ao anunciar o novo serviço na última sexta-feira, 26 de maio, para os clientes alugarem suas criptomoedas, a empresa explica:

“O Virtual Currency Lending é um serviço que permite aos clientes entrar com transações de empréstimo em moeda virtual com o Bitbank e receber até 5% de moeda virtual por ano. Quando atingirmos a data de validade de um ano, reembolsaremos a taxa de uso especificada para a moeda virtual emprestada pelos clientes no mês da oferta.”

As pessoas que possuem uma conta no Bitbank podem começar a usar este serviço, acrescentando apenas que o BTC pode ser alugado atualmente, “mas também apoiaremos sequencialmente outras moedas virtuais, como ripple, litecoin, ether, monacoin, bitcoin cash etc”.

“Em princípio, a moeda virtual emprestada pelo cliente fica bloqueada até que o período de empréstimo pré-determinado tenha decorrido”, portanto ela não pode ser vendida ou transferida, “a menos que o prazo do empréstimo expire ou se devolvermos”, descreveu o Bitbank.

O período de empréstimo é de 12 meses. Antes do início do período de empréstimo, o Bitbank realizará um “mês de recrutamento” para os clientes se candidatarem ao programa. Por exemplo, “se o mês de recrutamento for janeiro de 2018, o período de taxa de uso será de 1º de fevereiro a 31 de janeiro de 2019”, esclareceu a exchange.

“A taxa de uso é calculada pela quantidade de moeda virtual alvo na qual a transferência foi feita dentro do período para cada mês de recrutamento”, elaborou o Bitbank. O montante mínimo que a empresa irá pedir emprestado é de 1 BTC e o máximo é de 25 BTC. O Bitbank pagará 3% para emprestar qualquer quantia inferior a 5 BTC, 4% para uma quantia de 5 BTC, mas menos de 10 BTC e 5% para uma quantia de 10 BTC ou mais.

Se os clientes cancelarem os contratos de empréstimo no meio do caminho, será cobrada uma taxa de 5%, que inclui os impostos aplicáveis.

Outra exchange de criptomoedas japonesa totalmente licenciada, a GMO Coin, operada pela GMO Internet, lançou um serviço semelhante em abril. Inicialmente, apenas o BTC era suportado, mas a empresa estendeu suas ofertas para o BCH, ETH, LTC e XRP no início deste mês.

Os termos do empréstimo da GMO são 90 dias para o BTC e 150 dias para outras moedas, que são mais curtos do que os termos do Bitbank. Além disso, a GMO procura emprestar uma quantidade maior de moedas, de 10 BTC a 100 BTC, pagando uma taxa de 5% para todos os empréstimos.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.