Início Mercado Exchange chinesa Huobi chega ao Brasil e negocia parceria com empresa brasileira

Exchange chinesa Huobi chega ao Brasil e negocia parceria com empresa brasileira

1812
3
Exchange chinesa Huobi chega ao Brasil e negocia parceria com empresa brasileira

A Huobi, uma importante corretora de criptomoedas originária da China, disse à CoinDesk, agência de notícias especializada no universo cripto, que está se estabelecendo no Brasil.

A notícia, divulgada pela primeira vez na última terça-feira, 29 de maio, pelo Portal do Bitcoin, informou que executivos da Huobi foram vistos distribuindo cartões de identificação em um evento da indústria local e conversando com figuras conhecidas.

O relatório sugere ainda que a Huobi tenha estabelecido um escritório em um espaço de coworking na cidade de São Paulo e que também está buscando contratar pessoal local via LinkedIn, destacando cargos como chefe de compliance e gerente de mercado digital.

Em resposta à uma pergunta da CoinDesk feita nesta quinta-feira, 31 de maio, um representante do Grupo Huobi confirmou a intenção da empresa de entrar no mercado brasileiro, mas se recusou a divulgar mais detalhes sobre o possível lançamento de uma filial no país sul-americano.

O esforço marca outro passo nos planos de expansão global da Huobi. Como relatado anteriormente pela CoinDesk, após a proibição do comércio de criptomoedas da China no outono passado, a exchange mudou seu foco de negócios para o exterior – incluindo a transferência de sua sede para Cingapura.

Em março, a empresa também registrou sua operação nos EUA com o órgão financeiro regulador do país, o Fincen, como um negócio de serviços financeiros. Mais recentemente, outro representante da Huobi disse à CoinDesk que o grupo também está “em um estágio inicial” no mercado canadense.

Possível parceria com empresa brasileira

O Criptomoedas Fácil apurou junto à uma fonte da empresa brasileira coinBR, que recentemente passou a se chamar Stratum, que existe uma negociação de parceria em andamento entre a empresa e a exchange chinesa.

“A Stratum está tentando ser a porta de entrada da Huobi no Brasil no que diz respeito à questão das moedas fiat e abertura de contas nos bancos brasileiros. Eles teriam muita dificuldade para navegar nesse terreno”, disse a fonte.

Durante o evento Blockchain Festival, realizado em São Paulo, no final de maio, o CEO da Stratum, Rocelo Lopes, foi visto no lobby do hotel Renaissance conversando por um bom tempo com o representante da Huobi no Brasil. Ainda de acordo com a fonte, o representante brasileiro da Huobi estaria negociando com a cúpula chinesa a possível parceria.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.